São Paulo sofre com gols de bolas aéreas no Brasileirão

Com 50% dos gols sofridos pelo São Paulo foram em jogadas de bola parada. Entretanto, o técnico Crespo tem tido muitos desfalques no sistema defensivo, o que tem prejudicado nos treinamentos.

Mas no jogo do último domingo (12), o São Paulo levou mais um gol de bola aérea no Campeonato Brasileiro. Segundo o Data ESPN, dos 22 gols sofridos, 11 foram de bola aérea. Sete dos gols saíram de cruzamentos (31.8%.), três deles foram por cobranças de faltas laterais (13,6%) e um em escanteio (0,4%).

Não conhece o nosso Twitter? Então clique aqui e siga!

No entanto, não foi somente na temporada 2021/22 que o São Paulo sofreu com a bola parada. Ou seja, segundo um levantamento feito pelo Globo esporte.com, na temporada 2020/21 até outubro de 2020 a equipe havia tomado 46 gols (somando todos os campeonatos) e 16 deles foram de bola cruzamento ou de bola parada.

A equipe do SPFC 24 Horas fez um levantamento de qual trio/dupla de zaga sofreu mais gols de aérea no Brasileirão. Confira:

  • 4 gols – Bruno Alves, Léo e Miranda (7 jogos)
  • 3 gols – Arboleda, Bruno Alves e Miranda (1 jogo)
  • 2 gols – Diego Costa, Bruno Alves e Léo (1 jogo)
  • 1 gol – Bruno Alves e Reinaldo (1 jogo)
  • 1 gol – Arboleda, Bruno Alves e Léo (2 jogos)

A zaga titular com Arboleda, Miranda e Léo, não atuou junto no Brasileirão 2021, portanto não sofreu gols.

Leia mais:
Crespo diz que atletas não recuperaram, e promete: “Vamos sair dessa”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: