Brenner negociado e treinadores na ‘mira’ – Café Tricolor

Café Tricolor na área com as notícias mais recentes para você!

Brenner comemora mais um gol com a camisa tricolor (imagem destaque: André Durão)

Mesmo sem entrar em campo, o São Paulo segue borbulhando fora das quatro linhas, e a quinta-feira (4) foi mais um dia agitado nos bastidores do clube do Morumbi.

Brenner rumo aos Estados Unidos

No fim da noite, o são-paulino provavelmente acompanhava Flamengo 2×0 Vasco ou Athlético-PR 0x0 Internacional, jogos que ainda interessam o clube do Morumbi, quando surgiu a informação que o Brenner foi vendido para o FC Cincinnati dos Estados Unidos.

A negociação envolveu 18 milhões de dólares (R$ 81 milhões), e superou ofertas que surgiram como da Atalanta da Itália. Portanto o artilheiro são-paulino em 2020-21, seguirá rumo ao futebol dos Estados Unidos.

Outros nomes pediram saída?

Nos bastidores dizem que três nomes pediram para sair depois do atentado sofrido pelo ônibus são-paulino antes da partida contra o Coritiba. Um deles teria sido do próprio Brenner.

Suposições foram ditas sobre o Volpi, que não treinou na quinta-feira (4) assim como Brenner, mas segundo o jornalista do Globo Esporte, Marcelo Hazan e dito pela assessoria do jogador, a notícia é fake. A informação é que não treinou devido a um problema nas costas.

Treinadores sondados

Logo pela manhã de quinta (4), o PVC soltou que o São Paulo estuda dois nomes portugueses, são eles: Marco Silva e Bruno Lange.

Marco Silva começou carreira de técnico em 2011 no Estoril, ficou até 2014, conquistou a segunda divisão pelo clube. Em 2014-15 foi do Sporting e por lá levou a taça portuguesa. Depois Olympiakos ganhou o grego. Passou por Hull City, Watford e em 2018-19 no Everton quando foi demitido após goleada sofrida para o Liverpool.

Bruno Lage foi treinador da base do Benfica entre 2004 e 2009. Foi adjunto de Carlos Carvalhal no Swansea e Sheff Wed. Em 2017 assumiu o Swansea, depois seguiu para o Benfica B e foi para o time principal em 2019 até o meio de 2020, foi campeão português, mas pediu demissão.

Treinadores em entrevista

Depois do Schelotto, o nome da vez é o de Hernan Crespo, também ex-jogador argentino e atual treinador do Defensa y Justicia, campeão da Sul-Americana de 2020 sobre o Lanús (aquele)!

Grande artilheiro argentino, começou carreira de técnico recentemente, em 2015 e trabalhou na base do Parna, depois Modena, Parma, Banfield e agora está no Defensa.

E os descartados…

Dois nomes fortes no mercado, Marcelo Gallardo do River Plate pediu cerca de R$ 5,3 milhões por mês para ele e sua comissão técnica, o que foi prontamente descartado pelo clube. E o nome de André Villas-Boas que teria dito para o São Paulo que passaria por um tempo de descanso após saída do Olympique de Marselha…

Ainda, o nome de Diego Forlan foi oferecido para o São Paulo, informação do jornalista Lucho Silveira, mas a principio não anima a diretoria do clube. Afinal Forlan trabalhou apenas no Peñarol e foi uma passagem muito curta, 11 jogos do fim de 2019 até a demissão na reta final de 2020, antes mesmo do fim da fase de grupos da Libertadores.

Facebook: @SPFC24Horas | Instagram: @spfc24horas | Twitter: @spfc24horas_

Fábio Martins

Fábio Martins

Formado em jornalismo, ADM do SPFC 24 Horas desde 2012 e principal responsável pelo site e redes sociais desde 2014. Twitter: @fbiomartins1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.