São Paulo no Mercado do NBB – Possíveis chegadas, saídas e outros rumores

Gerson Santo, Kenny Dawkins, Isaac Gonçalves, Lucas Mariano e Corderro Bennett; Os possíveis reforços do São Paulo.

Terceiro colocado na última edição do Novo Basquete Brasil, o São Paulo segue ativo nessa intertemporada e trabalha com o objetivo de formar um elenco ainda mais forte para o NBB 13. O tricolor paulista deve disputar, além do Nacional e o Estadual, sua primeira Basketball Champions League Américas, uma espécie de “Libertadores do Basquete”. A vaga inédita na principal competição internacional da América Latina seria um êxito enorme para o basquete são-paulino, que ressurgiu na Liga Ouro em 2019 e já almeja grandes conquistas. O time que será, novamente, comandado por Cláudio Mortari, vem ganhando forma para a disputa do Campeonato Paulista, torneio com início progamado para a segunda semana de setembro.

Manutenções

Vale ressaltar que, desde o início da janela de transferências, o foco da diretoria são-paulina era realizar a manutenção da base do plantel gerenciado, na última temporada, pelo renomado e célebre Cláudio Mortari. Dito isso, o clube acertou a renovação de contrato com o ala-pivô Renan Lenz e com os jovens Igor Araujo e Danilo Penteado. Além dos vínculos estendidos, o São Paulo segue contando com o armador Georginho de Paula, o ala Shamell e o ala-pivô Jefferson, todos com contrato até junho de 2021. Georginho, MVP do último NBB, despertou interesse do mercado europeu, mas as conversas não avançaram e a estrela segue vestindo a camisa tricolor.

Possíveis saídas 

O São Paulo tem, no momento, duas baixas confirmadas. O armador Cassiano comunicou, em seu Instagram, que não continuará no clube para a próxima temporada e já se despediu dos torcedores. Segundo o Repórter NBB, Mogi deve ser o destino do jovem. Destaque do tricolor na campanha do NBB, o ala Léo Meindl também não defenderá mais a camisa são-paulina. Segundo cestinha do time na época anterior, o jogador de 27 anos foi anunciado, oficialmente, no Montakit Fuenlabrada, equipe que disputa a Liga ACB, principal divisão do basquete espanhol. Léo chegou ao clube do Morumbi após o término do Campeonato Paulista e atuou por 26 jogos na liga brasileira. No nacional, suas médias foram de 17.9 pontos, 7.2 rebotes, 37.2% de aproveitamento nas bolas de três pontos e 55.6% nas de dois pontos.

Outros nomes também devem deixar, nas próximas semanas, a equipe tricolor. O ala-armador Jalen Jones e os pivôs Murilo Becker, Douglas Kurtz e João Mamedes não estão nos planos são-paulinos para a temporada 2020/21 e a manutenção parece, no momento, totalmente inviável. A situação do norte-americano Desmond Holloway segue indefinida e, principalmente, delicada. O MVP do NBB 9 demonstrou interesse em permanecer no São Paulo, mas as partes não entraram em um acordo. A UNIFACISA, que chegou a negociar com o ala, não concluiu os trâmites necessários para a contratação e o jogador continua disponível no mercado. É de suma importância salientar que as informações foram apuradas por diversas fontes e confirmadas pela equipe do SPFC 24 Horas. Portanto, ainda não são oficiais.

Possíveis chegadas

Kenny Dawkins: O armador é nome quase certo para a disputa da próxima temporada. O ex-jogador do Pinheiros tem acordo verbal selado com o São Paulo e aguarda todos os procedimentos para assinar contrato com o tricolor paulista. Na última época, vestindo a camisa pinheirense, teve médias de 10.0 pontos, 3.6 assistências e 39.7% de aproveitamento nas bolas de três pontos. Experiente, Dawkins é um dos estrangeiros mais regulares do NBB, e está há nove temporadas colecionando desempenhos sólidos em terras tupiniquins. No plantel são-paulino, projeta-se que Kenny será um reserva de luxo, atuando como homem de pontuação vindo do banco. Descansar Georginho de Paula, que atuou por 38 minutos de média, será um dos objetivos do “baixinho veloz”. À conferir como será o encaixe definitivo do norte-americano na rotação e como se adaptará a função de jogar menos tempo e com volume reduzido.

Gerson Santo: Convocado para o Jogo das Estrelas de 2020, Gerson foi, na última temporada, um dos principais destaques de sua posição. A situação do pivô é a mesma de Kenny Dawkins: negociações quase certas, com acordo verbal e aguardando a assinatura de contrato. Ex-Rio Claro, o carioca teve, atuando pelo time do interior paulista, o melhor ano de sua carreira. Em média, conseguiu 13.3 pontos, 6.3 rebotes e 63.7% de aproveitamento nas bolas de dois pontos. A princípio, Gerson também chega ao clube como uma opção para a reserva, mas seria, com certeza, um dos melhores bancários da liga. Eficiente, ágil e bastante técnico, tem tudo para fortalecer dois pontos negativos do time de Cláudio Mortari: rotação e garrafão. O jogador de 29 anos apresentou uma evolução completa no âmbito tático e também em termos de força física e fundamentos do jogo. Sua função no plantel deve ser analisada com mais cuidado, já que o pivô encaixa perfeitamente com as atuais opções do garrafão.

Isaac Gonçalves: Também ex-Pinheiros, assim como Dawkins, Isaac segue os dois citados anteriormente e também está muito perto de ser oficializado pelo São Paulo. O acordo verbal existe e, como já citamos, faltam apenas os trâmites necessários para o fechamento do contrato. O ala passou parte da última temporada lesionado, mas teve um bom desempenho nas partidas que atuou pelo time pinheirense. Os números do jogador de 30 anos são razoáveis e isso não deve ser motivo de sustos, já que o trabalho feito por Isaac dentro de quadra não entra nas estatísticas. Suas médias foram de 8.1 pontos, 2.6 rebotes, 44.4% nas bolas de três pontos e 50% nas bolas de dois pontos. Além de ser um dos melhores defensores de todo o NBB, contratado justamente para consertar esse buraco defensivo do tricolor, o atleta esbanja lateralidade e equilíbrio, podendo se ajustar a diversas funções em meio ao plantel. Ótimo chutador e com capacidade de criar o próprio arremesso, Isaac espaça muito bem a quadra, puxando, em sua maioria, a marcação adversária ou aparecendo livre do perímetro para arremessar. É agressivo dos dois lados da quadra e deve fortalecer bastante o sistema defensivo de Cláudio Mortari. Também deve ajudar vindo do banco, sendo essencial na rotação para descansar o ala Shamell, de 39 anos e que atuou por 37 minutos em média na época 2019/20.

Lucas Mariano: Reforço de peso e principal movimetação do São Paulo na temporada. Gerson tem qualidade, mas não deve conseguir arrancar a titularidade do exímio pivô Lucas Mariano, um dos melhores de sua posição na atualidade e também na história. O ex-jogador do Botafogo tem sim alguns pontos negativos acumulados, como o físico não ideal e os chutes excessivos em grande parte das partidas, mas isso não deve atrapalhar. Apesar de alguns reveses, a qualidade do gigante supera qualquer infração. Mesmo atuando na posição 5, sempre foi um enorme pontuador, dentro e fora do garrafão. Além de ter um trabalho de pés e atuar bem na área pintada, Mariano espaça a quadra com efetividade e é um dos melhores chutadores do campeonato. Na última temporada teve ótimos números: 15.6 pontos, 4.8 rebotes e 42.5% de aproveitamento nas bolas de três pontos. O atleta de 26 anos chega com status de craque e para elevar o patamar são-paulino. Muito eficiente e um silenciador nato, tem tudo para ser uma das principais armas nos próximos torneios. As negociações estão muito avançadas e, Lucas Mariano, deve ser sim reforço do São Paulo.

Corderro Bennett: Outro ex-Pinheiros, o norte-americano detém a situação mais complicada entre os cinco jogadores. Um dos maiores ídolos da equipe pinheirense, Bennett mantém, há semanas, conversas com o São Paulo, e elas estão avançadas. Porém, mesmo com o avanço, as negociações com o ala-armador estagnaram nos últimos dias devidos a questões financeiras e o tricolor segue trabalhando para acertar todos os trâmites com Corderro. O jogador de 32 anos assumiria o posto de titular da equipe, com o objetivo de suprir a ausência de Léo Meindl na rotação ofensiva de Cláudio Mortari. Bennett é um dos estrangeiros mais eficientes da história do NBB. Em cinco temporadas na liga, nunca anotou menos de 13 pontos de média em uma época. Excelente infiltrador, sua agressividade a cesta chama a atenção. Além disso, tem um bom tiro de média distância e é um defensor ok. Chega para dar maior amplitude ao plantel e equilibrar as funções. Na última temporada, teve médias de 14.8 pontos, 3.8 assistências, 37.5% de aproveitamento nas bolas de três pontos e 61.2% nas bolas de dois pontos.

As informações foram apuradas por diversas fontes (todas no final da matéria) e confirmadas, novamente, pela equipe do SPFC 24 Horas.

Rumores e “fracassos”

Lucas “Bebê”: O pivô de 28 anos continua sem clube e analisa as opções do mercado. Ex-jogador do Toronto Raptors, da NBA, “Bebê” atuou, na última temporada, pelo Muharraq (BAH). Antes da ida para o Bahrein, o carioca, na época lesionado, utilizou as instalações do São Paulo para finalizar sua recuperação de uma grave lesão. Buscando voltar ao ritmo de jogo, treinou com a equipe de Cláudio Mortari por um curto período de tempo, sendo supervisionado pela comissão técnica. O tricolor paulista até tentou manter Lucas Nogueira no clube, mas a investida não deu certo. No início da atual janela de negociações, o time são-paulino chegou a sondar o atleta, que no momento tem preferência em jogar fora do Brasil, mas não descarta uma aventura no NBB. Europa é a prioridade do jogador.

Nenê Hilário: De acordo com o ex-árbitro Renatinho Santos, comentarista dos canais Fox Sports, o São Paulo estaria em conversas avançadas com o ex-pivô do Houston Rockets. A informação gerou grande repercussão devido a popularidade do astro Nenê Hilário. O jogador de 37 anos é um dos maiores, senão o maior, brasileiros na história da NBA. Porém, a equipe do SPFC 24 Horas, logo após a bomba, entrou em contato com a diretoria são-paulina, que desmentiu a notícia trazida por Renatinho e reiterou que a vinda de Nenê não passa de um sonho e, atualmente, é deveras inviável dadas as condições do clube. Maurício Sanzi, diretor do departamento de basquete, negou que o tricolor esteja em negociações com o célebre atleta e fez questão de salientar que a chance do atleta vestir as cores do São Paulo na próxima temporada é zero. Vale lembrar que a equipe do Morumbi reduziu seu orçamento em quase 50%, passando de seis milhões para três milhões e meio.

Negociações fracassadas: O São Paulo chegou a negociar com os alas André Góes e Enzo Ruiz, mas as negociações fracassaram. André, ex-Mogi, optou por assinar com o SESI Franca, e Enzo, que atuou pelo Rio Claro, esteve muito próximo de acertar com o tricolor, mas fechou com o Leñadores de Durango, do México. O time são-paulino, no início do mercado, buscava assinar com uma estrela para substituir o ala Léo Meindl, mas as condições financeiras do clube inviabilizaram quaisquer tipo de grande negócio. O time são-paulino chegou a ter conversas para contar com o ala Marquinhos, que renovou com Flamengo. O pivô Rafael Hettsheimeir também foi consultado, mas foi outro que escolheu a equipe carioca. O ala-pivô Lucas Dias recebeu sondagens, mas estendeu seu vínculo com o SESI Franca.

Arremesso Tricolor – Primeiro e único podcast exclusivo sobre o basquete do São Paulo

Todos os detalhes, bastidores e notícias do São Paulo no Mercado do NBB estão em nosso podcast sobre o basquete são-paulino, o Arremesso Tricolor. No episódio desta quarta-feira (05), a equipe do SPFC 24 Horas resumiu, de maneira completa e embasada, a janela de transferências tricolor. Os participantes do programa analisaram a fundo todos os elementos citados nesta matéria: Manutenções, possíveis saídas e chegadas, indefinições e outros rumores que rondam os corredores do Ginásio do Morumbi. Os especialistas Alex Bispo, Diego Marcondes e Vitória Corrêa trouxeram números, informações, opiniões, análises táticas e técnicas e muito mais sobre nomes comentados acima. As opções do plantel, como rotações, estilos e esquemas táticos, também foram debatidos.

Ouça o programa em seu agregador de podcast favorito e fique por dentro de tudo que acontece no basquete do São Paulo:

Resumo:

Manutenções: Georginho de Paula (armador), Igor Araujo (armador), Shamell (ala), Danilo Penteado (ala), Jefferson William (ala-pivô) e Renan Lenz (ala-pivô).

Possíveis chegadas: Kenny Dawkins (armador), Corderro Bennett (ala-armador), Isaac Gonçalves (ala), Gerson Santo (pivô) e Lucas Mariano (pivô).

Possíveis saídas: Cassiano Bueno (armador), Jalen Jones (ala-armador), Desmond Holloway (ala), Murilo Becker (pivô), Douglas Kurtz (pivô) e JV Mamedes (pivô).

Possível elenco:

Armadores: Georginho de Paula / Kenny Dawkins / Igor Araujo

Alas-armadores: Corderro Bennett

Alas: Shamell / Isaac / Danilo Penteado

Alas-pivôs: Renan Lenz / Jefferson William

Pivôs: Lucas Mariano / Gerson Santo

Comissão técnica: Cláudio Mortari (treinador), Bruno Mortari (assistente técnico), Enio Vecchi (assistente técnico) e demais membros.

Detalhe: São Paulo segue analisando as opções disponíveis no mercado e, ainda, não descarta outras movimentações. A equipe aparenta estar fechada para o Campeonato Paulista, mas podem ocorrer alterações durante, ou após, o estadual. Cabe ressaltar que uma remessa de jogadores, hoje atuando no México, podem retornar ao Brasil em Dezembro e cabe ao tricolor paulista observar de perto esses atletas.

Fontes apuradas e confirmadas pela equipe do SPFC 24 Horas:

Gerson Blog do Souza e Blog do Menon

IsaacLucas Guanaes e Blog do Menon

Lucas MarianoRepórter NBB

Kenny DawkinsBlog do Menon

Corderro BennettMarcius Azevedo e Blog do Menon

Diego Marcondes, SPFC 24 Horas.

Diego Marcondes

16 anos. Amante de basquete e são-paulino desde criança, sonha em ser jornalista no futuro. Escreve, também, sobre o Boston Celtics no site Celtics Brasil e sobre NBB no portal Jumper Brasil. @diegaom25

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.