São Paulo enfrenta Fortaleza Basquete Cearense em reencontro com Desmond Holloway

Reprodução

Após vencer a Unifacisa na última segunda (21), o São Paulo encara, nesta quarta-feira (23), seu segundo embate diante de equipes do Nordeste. O adversário da vez é o Fortaleza Basquete Cearense, sétimo colocado do Novo Basquete Brasil (NBB) 2020/21. A fim de seguir lutando pelas primeiras posições da competição e, claro, fechar com chave de ouro o ano de 2020, o tricolor paulista busca confirmar a ótima fase com uma vitória na noite de hoje. O duelo, que será realizado no Ginásio Poliesportivo Henrique Villaboim, em Pinheiros, terá início às 20h30 e contará com transmissão do DAZN.

Último confronto

Buscando retomar o caminho de vitórias após a dura derrota para o Minas TC, os comandados de Cláudio Mortari enfrentaram a boa equipe da Unifacisa, que está em ascensão no torneio. O São Paulo não foi um primor técnico, sobretudo ofensivamente, mas garantiu um grande resultado para a sequência da competição, vencendo os paraibanos por 77 a 65. Apesar do aproveitamento ruim no perímetro (27%), o tricolor paulista foi efetivo nas bolas de dois pontos (61%) e teve atuação defensiva crucial e surpreendente, permitindo somente 65 pontos do adversário e anulando os destaques do clube campinense: Morillo (9), Betinho (6) e Barnes (0) combinaram para 15 pontos. Além disso, a equipe de César Guidetti aproveitou 23% dos arremessos de três pontos, 46% de dois pontos e cometeu 13 erros ao longo dos quarenta minutos, números que comprovam a eficiência defensiva dos são-paulinos.

Como de praxe, o coletivo do São Paulo funcionou muito bem e cinco jogadores contribuíram com dez pontos ou mais no confronto. Georginho de Paula (14 pontos e seis rebotes), Shamell (13 pontos e seis assistências), Renan Lenz (12 pontos e oito rebotes), Corderro Bennett (11 pontos) e Lucas Mariano (10 pontos e 11 rebotes) foram os destaques do tricolor paulista nesta segunda-feira.

O adversário – Fortaleza Basquete Cearense

Sétimo colocado no Novo Basquete Brasil (NBB) 2020/21, o Fortaleza Basquete Cearense vem fazendo uma campanha sólida e regular na elite nacional. Os comandados de Alberto Bial venceram sete de doze partidas na competição, totalizando um aproveitamento de 58.3%. A equipe, no momento, está se classificando, de maneira inédita, para a Copa Super 8 e precisa consolidar uma boa sequência de vitórias no final do primeiro turno. Ao longo dos últimos jogos, o “Carcálion” venceu Campo Mourão, Pato Basquete, Caxias do Sul, Cerrado, Brasília, Corinthians e Pinheiros. Das cinco derrotas no NBB, três foram diante de clubes do G6 (Flamengo, Minas e Franca).

Para a temporada 2020/21, o Basquete Cearense firmou uma parceria de sucesso com o Fortaleza EC, formando assim o Fortaleza Basquete Cearense. A junção das duas instituições permitiu vôos amplamente maiores a equipe nordestina. Com exceção de Brandon Davis e Marcão, a base do plantel foi totalmente mantida. Os armadores Dontrell Brite e Cauê Verzola, o ala Rashaun, os alas-pivôs Sualisson e Alex e os pivôs Mathias e Felipe Ribeiro superaram as adversidades e seguiram defendendo as cores do Carcará. No entanto, três enormes reforços chegaram ao clube. Inicialmente, o saudoso treinador Alberto Bial, ídolo máximo do FBC, retornou ao comando do time. Junto a ele, chegaram o pivô Lucas Bebê, ex-NBA e seleção brasileira e o ala-armador Desmond Holloway, MVP do NBB em 2016/17 e ex-jogador do São Paulo.

O Fortaleza Basquete Cearense não detém um enorme poderio ofensivo e figura apenas como o décimo secundo melhor ataque da competição, anotando 75.2 pontos por partida. Os números também não são assustadores em outros segmentos: décimo em rebotes (36.7), décimo terceiro em assistências (15.1), décimo quarto em aproveitamento no perímetro (30.1%), nono em aproveitamento nas bolas duplas (50.1%), nono em erros (13.1) e décimo em eficiência (83.4). Entretanto, os comandados de Alberto Bial tem a defesa como principal destaque. A equipe lidera o NBB em tocos (3.3) e é o quarto time que mais rouba bolas na liga (8.0), além de ter um dos principais sistemas defensivos da competição.

Desmond Holloway é o destaque absoluto do Fortaleza Basquete Cearense. Segundo cestinha do NBB 2020/21 com média de 24.4 pontos, o ala-armador é um dos favoritos para conquistar o prêmio de MVP ao final da temporada. Ele, que já sentiu o gosto de ser o jogador mais valioso da elite nacional em 2016/17, vem superando seus próprios números e comandando a boa campanha da equipe nordestina na competição. Velho conhecido do São Paulo, Holloway também faz sua melhor época em rebotes (6.6) e eficiência (24.8), além de colecionar dois jogos com +30 pontos. Rashaun (10.3 pontos) e Brite (9.4 pontos) também se destacam ofensivamente. Na defesa, Cauê Verzola é o nome de elite dos cearenses.

O jogo

Para falar sobre o duelo, a equipe do SPFC 24 Horas conversou com a jornalista esportiva Karine Nascimento, referência máxima sobre o Fortaleza Basquete Cearense. Karine, que já foi repórter do NBB, traçou suas expectativas para o confronto, analisou a equipe de Alberto Bial e muito mais.

Para Karine, o favoritismo nessa quarta-feira é do São Paulo e muito se deve ao armador Georginho de Paula, destaque da competição. “Por melhor que venha sendo a temporada de Holloway e Lucas Dias, ainda vejo o Georginho como o favorito para o MVP. É mais dominante nos principais fundamentos além da pontuação, como assistências (e, pra isso, ele tem ajuda do elenco) e rebotes (o desempenho defensivo também é exemplar). Por isso, tendo Georginho, que segue em boa fase, e contando com um elenco mais qualificado, considero o São Paulo favorito. O Fortaleza Basquete Cearense já apresenta um número de vitórias superior a toda a campanha da última temporada, o que é digno de destaque, mas ainda precisa se provar contra adversários da parte superior da tabela.”, afirma.

Ao contrário do São Paulo, o Fortaleza Basquete Cearense não poderá contar com 100% de seu elenco. “No último duelo, contra o Franca, o FBC teve desfalques consideráveis. Além de Felipe Ribeiro, que não viajou pra bolha de São Paulo por conta de uma lesão no joelho, e Guilherme Schneider, que trata de uma lesão muscular na posterior, o time também não contou com Brite, armador titular, que sentiu uma dor no joelho durante o aquecimento. Acredito que Brite retorna, mas Felipe, Schneider e Lucas Bebê, que foi desqualificado da última partida em razão do desentendimento com Alberto Bial não estarão disponíveis.”, informa Karine.

O São Paulo há de se preocupar especialmente com um nome deveras conhecido e que já teve passagem pelo clube. Desmond Holloway, ex-jogador do tricolor paulista, é o principal jogador da equipe comandada por Alberto Bial. “O nome do FBC nessa temporada é Desmond Holloway. Com uma média de mais de 24 pontos por jogo, o ala é responsável direto por quase um terço dos pontos da equipe, ou mais de um terço, se for levar em consideração a participação em assistências também. Holloway é, inclusive, um nome bem conhecido no São Paulo, onde estava na última temporada, mas no FBC tem espaço suficiente pra ser o protagonista da equipe e voltar a brigar pelo MVP (no São Paulo isso não aconteceria, ainda que não tivesse sofrido com a lesão, já que o protagonismo seria dividido entre ele, Georginho, Shamell e Leo Meindl, por exemplo). Parar o Fortaleza passa por conter Holloway.”, disse a jornalista esportiva.

A fim de controlar o ataque são-paulino, o Fortaleza terá de se adaptar ao estilo de jogo de Cláudio Mortari. Uma opção, proposta por Karine, seria dar mais força ao garrafão cearense para assim incomodar o tricolor na área pintada, mas isso não será possível. “Uma possível mudança que o Bial poderia fazer acredito que seria entrar com Bebê e Mathias juntos, como na última partida. Subiria a estatura do time e protegeria mais o garrafão das investidas de Lucas Mariano, por exemplo. No entanto, como já vimos nos desfalques, essa formação não vai ser possível.”, contou.

Por fim, Karine numerou as vantagens e desvantagens de cada equipe. “O São Paulo tem o segundo melhor ataque tanto nos dois pontos como no perímetro, e deve ser uma dor de cabeça pra defesa cearense. Por outro lado, o FBC tem a quarta melhor defesa do campeonato no geral, atrás somente de Flamengo, Bauru e Paulistano, o que pode gerar um bom embate. Esse duelo entre defesa x ataque e o confronto individual entre Georginho e Holloway estão entre os atrativos para o jogo e compõem as vantagens e desvantagens para cada equipe.”, finalizou.

FICHA TÉCNICA:

Jogo: São Paulo x Fortaleza Basquete Cearense

Local: Ginásio Poliesportivo Henrique Villaboim, Pinheiros (SP)

Data e horário: 23 de dezembro, 20h30 (horário de Brasília).

Transmissão: DAZN

PROVÁVEIS TITULARES:

São Paulo: Georginho de Paula, Corderro Bennett, Shamell Stallworth, Renan Lenz e Lucas Mariano. Técnico: Cláudio Mortari.

Fortaleza: BC: Dontrell Brite (Cauê Verzola), Desmond Holloway, Rashaun, Sualisson e Mathias. Técnico: Alberto Bial.

Arremesso Tricolor: ouça o podcast de basquete do SPFC24Horas em seu agregador favorito:

O Arremesso Tricolor é uma proposta independente e totalmente exclusiva do site SPFC 24 Horas.

Diego Marcondes

17 anos. Amante de basquete e são-paulino. Um dos percusores do Arremesso Tricolor. Também colaboro em Jumper Brasil e BasCast Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: