SanSão reaproxima antigos parceiros que vinham de desafeto na Argentina

Divulgação

Sem muita repercussão antes da partida, o SanSão teve um reencontro um tanto curioso no Estádio do Morumbi. O técnico Ariel Holan estreou no comando do Santos, e reencontrou um ‘velho amigo’ que acabou virando desafeto recentemente, o preparador físico Alejandro Kohan, que está na comissão de Hernan Crespo no São Paulo.

Vindos do hóquei de grama, Alejandro Kohan decidiu mudar o desafio antes que Holan. Mas logo Ariel Holan também seguiu para o futebol e se tornou auxiliar técnico no começo dos anos 2000, mas só esteve junto com Kohan novamente somente em 2011 no River Plate. Foram juntos para o Banfield, mas acabaram demitidos em 2013-14.

Após a demissão, Ariel Holan decidiu voar novos voos e voltar a ser treinador, agora no futebol, e Kohan topou o desafio. Ambos foram procurar clubes e o Defensa y Justicia abriram as portas para a dupla em 2015-16. Acertaram um acordo financeiro na época como contou o preparador físico são-paulino em 2019: “Nós fizemos um acordo verbal de formar uma sociedade. Eu estava começando de novo aos 50 anos; economicamente, era começar de novo. Combinamos [salários] em 50% e 50%”.

Depois partiram para o Independiente-ARG e fizeram história ao conquistar a Sul-Americana de 2017. Logo depois, Ariel Holan ligou para Kohan e disse que no próximo contrato cada um acertava pelo seu lado. O que magoou o preparador físico Alejandro Kohan e acabou separando a dupla.

São Paulo x Santos: goleada com sabor de vingança para preparador São-Paulino – Arquibancada Tricolor
(Reprodução)

Ariel Holan seguiu para o Universidad do Chile, enquanto Kohan passou por Banfield e Rosário Central, até ser convidado por Crespo para participar da comissão técnica no Defensa y Justicia, novamente, onde foram campeões da Copa Sul-Americana em 2020. Na temporada seguinte, em 2021, desafio no São Paulo.

O treinador do Santos, Holan nunca falou diretamente sobre o assunto e sempre elogiou Kohan pelo profissionalismo. Enquanto o preparador físico que um tempo lamentava a atitude do então ‘desafeto’, mudou discurso e mostrou ser águas passadas.

No reencontro deste sábado (6) no Morumbi que repercutiu na Argentina, Holan e Kohan se cumprimentaram normalmente, deram um abraço. Após a partida, o preparador físico do São Paulo falou em uma rádio argentina sobre a relação: “Antes do jogo cruzamos com Ariel [Holan], nos aproximamos e nos abraçamos”, disse o Prof em declarações à rádio La Red. “Nos conhecemos há muito tempo, trabalhamos juntos há 27 anos. Somos grandes e maduros pessoas, olhamos uns para os outros. nossos olhos e nos cumprimentamos “.

Agora próximos no futebol brasileiro, Kohan ainda ressaltou: “Além da saudação, devemos um ao outro uma longa conversa sobre tudo o que aconteceu. Sabemos que temos que fazer isso”.

A goleada reagiu na Argentina, o Jornal Olé falou sobre a vitória de 4×0 do São Paulo de Hernan Crespo sobre o Santos do estreante Ariel Holan…

Fábio Martins

Fábio Martins

Formado em jornalismo, ADM do SPFC 24 Horas desde 2012 e principal responsável pelo site e redes sociais desde 2014. Twitter: @fbiomartins1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.