Jogadores Icônicos: Episódio 40 – Fabiano Pereira

(Foto: Saopaulofc.net)

Fala galera Tricolor, tudo bom com vocês? Depois do Heriberto, no episódio desta semana vamos falar sobre um jogador polivalente no meio campo que surgiu na base do São Paulo, chegando até a jogar o Mundial de Clubes pelo América do México. Estamos falando do Fabiano Pereira da Costa.

Fabiano fez parte do Expressinho, que ao lado de Rogério Ceni conquistou a Copa Conmebol de 1994. Com um calendário muito apertado naquela época, o São Paulo se viu em uma situação complicada, muitos jogos em um espaço curto de tempo. Porém, o que para uns era problema, pro Tricolor foi solução, o São Paulo fez dessa situação uma oportunidade para testar os jovens da base, que por sinal mostraram-se bem empenhados.

Naquele momento o volante Fabiano não teve uma participação tão grande, talvez por ser um dos mais jovens. Mas, foi em 1998 que ele teve destaque na equipe do Nelsinho Baptista, onde o volante jogava mais avançado, flutuando entre as linhas de defesa e ataque e com uma maior mobilidade de movimentar. Principalmente no Paulistão daquele ano, onde ele foi muito bem utilizado e fazia seu papel em campo com segurança, aliás um dos jogadores com maior resistência, permanecendo por uma maior parte, senão todo, o tempo do jogo.

Dois jogos importantes, não somente para o jogador, mas, também para nós torcedores, foram os da final do Paulistão de 1998, onde Fabiano e todos os outros jogadores deram uma entrega máxima. O primeiro jogo o Tricolor perdeu por 2×1, semana complicada e que muitos diziam que o resultado foi injusto, outros já desacreditavam do título. No segundo jogo o São Paulo se mostrou firme e Fabiano foi um dos que ali estavam, fez uma partida muito segura e quando acionado fazia o seu serviço, mostrando toda sua qualidade técnica. Já no final da partida, foi do Fabiano o papel de segurar a bola no ataque, cadenciando o jogo com muita tranquilidade. *Fabiano enfrentou a equipe do técnico Vanderlei Luxemburgo, que viria a ser seu sogro, acho que o volante impressionou o sogrão (risos).

Em 2000 fez uma boa campanha na Copa do Brasil e novamente ajudou o Tricolor na Conquista do Paulistão 2000, neste não teve uma participação em todos os jogos, porém, sempre que entrava fazia bem o seu papel tático. Em 2001 ajudou o São Paulo na conquista do Torneio Rio-São Paulo, onde o time fazia uma mescla dos jogadores.

Fabiano tinha muito habilidade e mostrava empenho tanto nos jogos como nos treinos, também era muito responsável fora dos gramados, não se envolvendo em polêmicas. Após o fim do seu contrato para jogador rodou por clubes brasileiros e foi para o México fazer sua história. Pelo São Paulo foram 142 jogos e 20 gols, além dos títulos da Copa Conmebol de 1994, os Campeonatos Paulista de 1998 e 2000 e o Torneio Rio-São Paulo de 2001.

Twitter: @NenLopez1

Instagram: @Srlopez7

Facebook: Nenê Lopez

Nenê Lopes

22 anos, estudante de comunicação social hab. Rádio e TV, apaixonado pelo São Paulo FC, baiano "retado". Ex colaborador da página spfc mil grau e design gráfico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: