Análise do adversário – Vasco da Gama – 36ª rodada

(Foto: Fábio Martins | SPFC 24 Horas)

Na antepenúltima rodada do Brasileirão 2018, o São Paulo enfrentará o Vasco da Gama no São Januário, equipe que ainda luta contra o rebaixamento na temporada, afinal atualmente é o 15ª colocado com 39 pontos, dois a mais que duas equipes que estão no Z-4.

O Vasco teve muitas mudanças durante a temporada, três técnicos passaram pelo clube, começando por Zé Ricardo, mas com queda precoce na Libertadores, caiu, Jorginho assumiu e também não durou, inclusive um dos jogos que complicaram sua situação foi a derrota para o São Paulo no primeiro turno, 2 a 1, em seguida perderam para o Palmeiras e o técnico caiu.

O auxiliar Valdir Bigode ficou no cargo interinamente, e Alberto Valentim, que era do Botafogo, mas foi contratado por um clube árabe, acabou sendo demitido da equipe e acertou seu retorno para o Brasil, sendo o Vasco o escolhido. E o começo de Valentim foi muito ruim, quatro derrotas seguidas, para Atlético-PR, Santos, América-MG e Vitória, equipes que não viviam grande momento na competição. O empate no clássico com o Flamengo deu uma amenizada, e depois a vitória contra o Bahia. Em seguida empatou com Santos, Paraná e Botafogo, voltando a preocupar…

CONFIRA ⇒ O pré-jogo de Vasco e São Paulo válido pela 36ª rodada

Na 29ª rodada vitória contra o Cruzeiro, 2 a 0, era um alento? Não tanto, depois derrota para o Sport, empate com o Inter, e voltou a vencer, no clássico contra o Fluminense na 32ª rodada, desde então não vence, perdeu para Grêmio, empatou com o Atlético-PR, gol sofrido no fim da partida e derrota para o Corinthians.

Foram 64 partidas do Vasco na temporada, 23 vitórias, 16 empates e 25 derrotas, foram 84 gols marcados e 90 sofridos. Foram 169 amarelos recebidos e 14 expulsões.

O Alberto Valentim comandou o time em 16 ocasiões, foram 3 vitórias, 6 empates e 7 derrotas, aproveitamento de 33,33%, nada tão promissor…

No primeiro turno, o time escalado por Jorginho foi: Martin Silva, Luiz Gustavo, Henríquez, Ricardo Graça e Ramon; Desábato e Andrey; Pikachu, Giovanni Augusto e Thiago Galhardo; Andrés Ríos.

Para o segundo turno, o técnico Alberto Valentim deve escalar: Fernando Miguel, Luiz Gustavo, Henríquez, Leandro Castan e Henrique; Desábato, Andrey e Thiago Galhardo; Pikachu, Kelvin e Maxi López.

A equipe recebeu reforços importantes de Leandro Castán e Maxi López, além do retorno do atacante Kelvin que teve uma lesão grave e desfalcou a equipe durante o começo da temporada. O goleiro Martin Silva defendeu a seleção uruguaia, portanto Fernando Miguel deve permanecer no gol.

Com Kelvin ao invés de Givanni Augusto, o time ganhou velocidade, e Galhardo surgindo mais centralizado como fez em alguns momentos contra o Grêmio e Corinthians nas últimas rodadas. O Vasco varia suas opções táticas, mas andou atuando no 4-2-3-1, enquanto sem bola transformava no 4-4-1-1, duas linhas de quatro protegendo o gol, enquanto Galhardo atuava centralizado como meia-atacante, o homem dos ‘contra-ataques’ e Maxi López na referência, ou no caso dos últimos jogos Andrés Rios.

O Vasco sofreu sem ter Maxi López nas últimas rodadas, e sofreu com Raul atuando na lateral-direita, o volante improvisado vacilou no gol sofrido contra o Corinthians. Mas o retorno do Luiz Gustavo não é tão alegre, afinal contra o mesmo São Paulo no primeiro turno, deu uma vacilada e Éverton aproveitou para cruzar pro gol do Tréllez que decidiu a partida.

RELEMBRE ⇒ A análise do Vasco na 17ª rodada do primeiro turno

O artilheiro do time é o Yago Pikachu, marcou 17 gols na temporada, em seguida Andrés Ríos com 12, depois bem distante, aparece o volante Andrey e o meia Thiago Galhardo com 5 gols cada, Rildo marcou 3 gols e Maxi López 2 gols. Na lista de assistências, um empate entre quatro jogadores, Yago Pikachu, Henrique, Andrés Ríos e Thiago Galhardo deram 5 assistências cada, depois Andrey e Maxi López empatados com 4.

Ponto forte

Individualidades, o Vasco contém atletas que podem definir uma partida, Andrey e Galhardo pelo meio de campo, e o trio ofensivo Pikachu, Kelvin e Maxi López, todos contém recursos, no caso dos pontas, a velocidade e o drible, enquanto do Maxi López com seu poder de pivô ou de decisão, é preciso ficar atento nos atletas.

Ponto fraco

Defesa, a equipe carioca não ajustou o sistema defensivo durante a temporada, tem muitas fragilidades, principalmente pelas laterais, Luiz Gustavo e Henrique não são confiáveis, enquanto na dupla de zaga também não vivem grande fase, mas são jogadores experientes.

O São Januário inicialmente deverá estar a favor do Vasco, mas é perigoso em quesito de segurança, pode virar um campo de guerra a qualquer momento, inclusive terá 600 homens trabalhando no policialmente e segurança da partida, o jogo é considerado de alto risco, que tudo ocorra bem!

Fique de olho

O principal jogador do Vasco neste momento é centroavante Maxi López, ele teve um corte no pé, ficou fora dos últimos dois jogos e pode estar sem muita confiança, além do físico poder lhe atrapalhar, mas é preciso ficar atento, jogador experiente e que contém recursos técnicos. Outro atleta que requer atenção é o meia Thiago Galhardo, vive boa fase, tem sido a válvula de escape do time.

CONFIRA TAMBÉM ⇒ Detalhes sobre o polêmico árbitro do jogo entre Vasco e São Paulo

Curiosidade

O São Paulo não perde uma partida no São Januário desde 2005, foram oito partidas no local neste período sendo quatro vitórias do São Paulo e quatro empates.

Reencontro

O atacante Kelvin esteve no São Paulo em 2016, o zagueiro Lucas Kal pertence ao São Paulo e foi emprestado ao Vasco neste final de temporada, enquanto o zagueiro Breno era do São Paulo até o fim de 2017, por fim o outro zagueiro, Bruno Silva, foi até campeão brasileiro no clube em 2008. Do lado são-paulino, os ex-vascaínos são Anderson Martins, Nene e Diego Souza, o último não estará no São Januário.

Tem alguma informação ou correção? Pode subir nos comentários, agradecemos!

Abraços

Fábio Martins

Fábio Martins

Formado em jornalismo, ADM do SPFC 24 Horas desde 2012 e principal responsável pelo site e redes sociais desde 2014. Twitter: @fbiomartins1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: