Absurdo? Confusão na final do Paulistão sub-17 gera punições pequenas

A decisão do Paulistão sub-17 de 2019 foi marcado por imagens de selvageria após a vitória são-paulina nos pênaltis. A sumula apontou para diversos casos de agressão dentro do gramado aos jogadores do São Paulo, e citou nomes de jogadores como Renan Victor, Vanderlan e Gustavo Garcia, os três foram punidos, mas funcionários também participaram do ato de agressão.

Logo após o ocorrido, a FPF soltou uma nota repudiando veementemente as cenas de violência na base do futebol paulista e avisou que iria averiguar toda a situação, as imagens, para punir os envolvidos.

Nesta semana, o TJD-SP decidiu multar o São Paulo em R$ 5 mil, e o Palmeiras em R$ 7 mil, também deu punições individuais para atletas palmeirenses. Um dos jogadores são-paulinos, o volante Tássio acabou quebrando o nariz e ainda levou dois pontos por conta daquela confusão gerada pelo clube rival…

Segundo informado pelo Aspirantes Tricolores, o São Paulo foi punido por conta do artigo 213 § 2º. A alegação é que ocorreu provocação durante a comemoração da conquista do título.

Fábio Martins

Fábio Martins

Formado em jornalismo, ADM do SPFC 24 Horas desde 2012 e principal responsável pelo site e redes sociais desde 2014. Twitter: @fbiomartins1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.