Notas: São Paulo 2×2 Fortaleza | Quartas (Ida) – Brasileirão 2021

Bom dia, boa tarde e boa noite Nação Tricolor.

(Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

Na ida das quartas de final da Copa do Brasil, o São Paulo recebeu o Fortaleza no Estádio do Morumbi, e abriu 2×0, mas sofreu empate na reta final.

A partida começou melhor para o Fortaleza que logo no começo assustou o São Paulo com uma bola na trave em boa jogada trabalhada e Wellington Paulista finalizou. Ou seja, início era melhor da equipe cearense que tentava ditar o ritmo no Morumbi. Mas o São Paulo também teve seus momentos, Rigoni recebeu bola e parou em Boeck, e logo em seguida Bruno Alves perdeu ótima chance.

Na segunda etapa, o São Paulo não estava lá essas coisas, mas controlava mais o jogo, e Rigoni apareceu após receber de Reinaldo em contra-ataque, dominou, ajeitou e bateu, com um desvio, 1×0. Com isso, o time cresceu, e aos 33′, novamente Rigoni recebeu em profundidade de Liziero, com espaço, marcou 2×0. Era a classificação encaminhada? Pois é… Aos 38′, Reinaldo deu espaço, Volpi passou no vento, e Pikachu diminuiu 2×1. Ainda vencíamos, mas aos 47′, Romarinho recebeu cruzamento e marcou 2×2.

Notas –

Volpi – Falha inadmissível no primeiro gol do adversário, mais uma vez colocou o adversário no jogo em mata-mata. 1.0

Bruno Alves – No geral, fez um excelente jogo, venceu 10 de 12 duelos, foram 6 cortes e 6 desarmes, mas no lance do segundo gol, vacilou na marcação do Romarinho e pesa um pouco… 6.5

Miranda – Outro que fez uma boa partida, cobrindo todos os setores, no lance do segundo tempo era em seu setor, mas como Bruno Alves já estava na marcação, saiu do lance, também teve um pequeno vacilo. 7.0

Léo – Falhou demais na partida e os números consolidam isso, não venceu um duelo dos seis disputados, decepcionou. 3.5

Daniel Alves – Deu um belo passe para Rigoni, reclama, chama o jogo, mas quando recebe, brinca… Precisa de mais seriedade nas jogadas, acertou apenas um de sete cruzamentos, mas nas bolas longas foi ok e gerou destaque nos passes decisivos. 5.0

Luan – Partida irregular do volante, venceu algumas jogadas, mas teve momentos que estava lento na recomposição. 5.0

Nestor – Má partida, não conseguiu produzir ofensivamente e defensivamente foi muito mal, demorou para sair. 4.0

Benitez – Mesmo mal, totalmente sem ritmo, gerou uma grande chance para o Tricolor, tentou jogadas, só que sem intensidade de sempre. 5.5

Reinaldo – Gerou o primeiro gol do time, mas no geral foi apagado, e falhou na marcação do primeiro gol, esse é o problema, oito ou oitenta. 5.5

Rigoni – O motivo do time ter aberto 2×0. Foram dois gols importantíssimos e na qualidade individual de Rigoni, jogadas que ele mesmo deu opção e gerou, melhor em campo, e olha que não vinha tão bem… 7.0

Pablo – Foi o Pablo de sempre, corre para lá, estabanado, nada gera… Parece perseguição, mas tudo que tentou foi errado. E o auge foi ele correndo atrás do Tinga pelo campo inteiro, tudo bem que nisso só cumpriu ordens, mas triste… 3.0

Sara – Entrou e logo de cara criou duas boas chances, mas depois só errou, inclusive bolas no meio de campo que geraram ataque do adversário, e em uma delas, ocasionou o gol de empate, pois é… 3.0

Liziero – Entrou muito bem na partida, firme na marcação, ganhou jogada e deu o passe para Rigoni marcar o segundo gol. 6.5

Luciano – Foram cerca de 12 minutos em campo, totalmente apagado. Sem nota

Crespo – A escalação foi interessante, próxima do time ideal, mas o desempenho do time ficou devendo mais uma vez. Precisa rever situações na equipe, o Fortaleza parecia bem mais organizado e intenso, tanto que começou muito melhor. Nas primeiras mudanças concordei, mas demorou para mexer mais, e sacou Rigoni, tudo bem que estava 2×0 e faltando 10 minutos, só que acabou sendo ruim, azar? 5.5

Nota geral – O time não estava merecendo o 2×0, mas conseguiu pela qualidade de Rigoni, e faltava pouco para garantir resultado. Pois acabou sofrendo um empate inesperado, portanto avaliação só pode ser negativa! 5.5

Bola cheia

Rigoni – Dois gols, só isso resume… O melhor em campo!

Dupla de zaga  Bruno Alves e Miranda bateram cabeça no segundo gol, mas no geral, foram bem na partida, ganharam várias jogadas.

Lizero – Entrou bem e cada vez mais confirma que é o titular da posição, Luan e Nestor que lutem no momento.

Bola murcha

Concentração – Mesma coisa que do último mata-mata, o time vencendo, conseguiu resultado importante em casa, e começa faltar concentração, inteligência, prender a bola…

Volpi – Não tem defesa, falhou gravemente no primeiro gol do adversário, faltou confiança em disputar a bola?

Marcação no meio – O Fortaleza explorou demais o meio de campo são-paulino que deixou brechas, sorte que Miranda e Bruno Alves rebatiam todas.

Abraços

Fábio Martins (@fbiomartins1)

Fábio Martins

Formado em jornalismo, ADM do SPFC 24 Horas desde 2012 e principal responsável pelo site e redes sociais desde 2014. Twitter: @fbiomartins1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: