Notas – São Paulo 2 x 2 Atlético-PR

Bom dia, boa tarde e boa noite Nação Tricolor.

(Foto: Marcos Ribolli | Globoesporte.com)

Nesta quinta-feira (19), o São Paulo encarou o Atlético-PR pelo jogo de volta da quarta fase da Copa do Brasil 2018 e empatou em 2 a 2, o que culminou na eliminação do Tricolor na quarta fase do torneio.

Em primeiro tempo movimentado, o São Paulo já começou assustando com apenas 5′ em cruzamento de Régis, Valdívia ajeitou com precisão para Petros que perdeu uma oportunidade incrível. Mas o Tricolor Paulista seguiu em cima do adversário, pressionando a saída de bola, e com 25′ após insistência do São Paulo no ataque, Nene deu bela ajeitada e Valdívia fez um golaço, 1 a 0. A partida estava boa para o São Paulo que seguia em cima, aos 34′ Nene fez jogada pelo meio, bateu de direita, a bola desviou e 2 a 0 para o Tricolor Paulista. Porém aos 38′ Liziero foi driblado na área, deu um carrinho e a bola bateu na sua mão, pênalti, o adversário converteu.

No segundo tempo, o Atlético-PR voltou melhor, pressionando o São Paulo, eis que aos 5′, fizeram o 2 a 2 em jogada envolvente, e quase ampliaram aos 10′ em nova jogada trabalhada, Carleto mandou na trave. Depois dos sustos, o São Paulo tentou reagir, aos 15′ Nene finalizou muito bem, mas o goleiro adversário fez grande defesa, no minuto seguinte Régis cruzou muito forte… Aos 17′ novamente Nene cabeceou e o goleiro fez boa defesa, o São Paulo foi cansando fisicamente, tentava as jogadas, mas não tinha felicidade nas conclusões.

Notas –

Sidão – Não teve culpa nos gols sofridos, mas deu alguns susto com os pés… 5.5

Militão – Atuou pelo lado esquerdo, quase que como um lateral-esquerdo, teve uma atuação razoável em boa parte do jogo, porém decaiu no segundo tempo. 5.5

Arboleda – O zagueiro não seguiu o seu padrão de atuação, deu espaço na marcação e errou algumas saídas de bola. 5.5

Rodrigo Caio – Com o técnico da seleção de olho, fez uma partida segura, ganhou maioria das jogadas que disputou. 6.0

Régis – O ala foi participativo como no outro jogo, tentou jogadas, no começo deu bons cruzamentos, mas no geral faltou capricho. 6.0

Jucilei – Começou a partida perdido, depois melhorou, roubou algumas bolas, mas faltou velocidade na saída de bola. 6.0

Petros – Má partida do volante, perdeu um gol incrível com 5′, mas o principal foi a omissão no jogo, nem marcou e nem atacou. 4.5

Valdívia – Participativo, fez um belo gol que colocou o São Paulo no jogo, ainda tentou outras jogadas como um belo passe aos 5′ para o Petros, mas foi cansando e teve que sair do jogo após sentir câimbra. 7.0

Liziero – Perdido em campo, seu posicionamento era uma incógnita, volante ou lateral? Ambos? Fato é que mesmo com boa saída de bola, não foi feliz, cometeu o pênalti que atrapalhou o time… 4.0

Nene – Excelente partida do camisa 7, deu um passe e fez um gol, além disso criou outras boas oportunidades, principalmente com bons passes para os companheiros, o melhor em campo. 8.0

Tréllez – Brigador, mas perdeu todos os lances, e também a bola não chega com qualidade… 4.5

Diego Souza – Entrou um pouco mais focado que das outras vezes, porém ainda pesado e cometendo muitas faltas, seu melhor momento foi em bom passe para o Nene… 5.5

Cueva – Entrou e não conseguiu fazer muita coisa, apareceu para algumas jogadas, porém sem sucesso. 5.5

Lucas Fernandes – Entrou no fim da partida e pouco produziu. Sem nota

Aguirre – Armou o time diferente, Militão pela esquerda, Liziero pelo meio, no começo funcionou, time marcou em cima, abriu dois gols, parecia que seria ótimo, mas o adversário percebeu o espaço pela esquerda entre Militão e Valdívia, o treinador são-paulino não mexeu e o time estagnou. 5.0

Nota geral – O São Paulo fez um bom primeiro tempo, promissor, mas morreu na segunda etapa e perdeu a classificação que estava na mão. 5.5

Bola cheia –

Nene – Atuação fora do normal, atuou com muita qualidade na armação, toque de bola refinado, fez um gol e deu um passe para gol, além de outros que os companheiros não aproveitaram…

Bola murcha –

Petros – Ficou devendo mais uma vez, pouco produtivo em campo, ainda teve a chance de sair como ‘herói’, mas perdeu gol feito.

Tréllez – De fato a bola chega pouco, mas podia ser mais produtivo nas disputas de bola.

Liziero – Perdido no jogo, e ainda teve o azar de cometer o pênalti que prejudicou o time na partida.

Aguirre / Lado esquerdo – Armado por Aguirre, o lado esquerdo foi uma avenida e o adversário explorou, o pênalti saiu por ali e o segundo gol foi concretizado lá, apesar da jogada ter sido feita pela direita, depois o adversário seguiu por ali e quase marcou outro…

Eliminação – Mais uma eliminação lamentável, e desta vez o time abriu 2 a 0, tinha tudo para se classificar, mas novamente se perdeu em campo.

Planejamento – O planejamento péssimo, mais uma vez prejudicou, faltou jogador de velocidade, faltou mais tempo para o nosso treinador, entre outros fatores que a diretoria acaba atrapalhando indiretamente, mas que afeta!

Físico – De novo o time fica devendo fisicamente na segunda etapa, se no primeiro tempo era intenso, buscou dois gols e estava bem, no segundo tempo faltou muita coisa…

Abraços

Fábio Martins

Fábio Martins

Formado em jornalismo, ADM do SPFC 24 Horas desde 2012 e principal responsável pelo site e redes sociais desde 2014. Twitter: @fbiomartins1

Deixe um comentário