Notas – Colón 0 (5) x (3) 1 São Paulo

Bom dia, boa tarde e boa noite Nação Tricolor.

(Foto: Pato Aguilera)

O São Paulo visitou o Colón nesta quinta-feira (16) precisando vencer o jogo na Argentina e acabou vencendo por 1 a 0, mas perdeu a disputa de pênaltis por 5 a 3.

Em primeiro tempo bastante brigado, o São Paulo começou pressionando o adversário, ao menos jogou com muita intensidade em cima do rival, mas foi através das bolas paradas que criou mais perigo. Aos 12′ Lucas Fernandes cobrou com perigo, passou por cima do gol, e aos 19′ Nene bateu com perfeição, mas a bola caprichosamente bateu no travessão. Com 23′ Carneiro fez boa jogada, cortou para a canhota, mas bateu fraco, o goleiro defendeu com facilidade. O Colón teve um contra-ataque perigoso, mandou chute reto, na rede pelo lado de fora, no geral o São Paulo controlou as ações, teve mais de 60% de posse, finalizou 5 vezes, porém ficou no 0 a 0.

Veio a segunda etapa, o Colón voltou mais ousado, e o São Paulo com mudanças, Bruno Peres e Everton entraram, o Tricolor seguia em cima, buscando alternativas para fazer o gol, quase abriu o placar em vacilo da defesa adversária, Everton de costas mandou um chute acrobático, encobriu o goleiro, mas o zagueiro tirou em cima de linha. Foi conseguir o gol aos 26′ após rebote de escanteio, Liziero pegou de primeira, marcou um belo gol, 1 a 0. Vale ressaltar que antes do gol, o Jean fez uma ótima defesa após erro de passe do Bruno Peres. Depois do gol, o time ficou um pouco mais tranquilo, logo Liziero sentiu uma lesão e ficou mais complicado. A equipe buscou bolas alçadas na área, teve um susto em saída do Jean, mas não foi pênalti mesmo.

Notas –

Jean – Fez uma excelente defesa no segundo tempo, teve uma saída estranha, mas foi inteligente ao não cometer o pênalti, nas penalidades não teve muita chance. 6.5

Araruna – Má partida do volante improvisado na lateral, totalmente perdido, cometeu faltas, recebeu cartão e saiu no intervalo. 4.0

Bruno Alves – Ótima partida do zagueiro, tirou todas, muita segurança, jogou com seriedade, infelizmente errou a penalidade, mas já foi cobrador no seu ex-time, faltou capricho e um pouco de sorte, não merece ser culpado. 7.0

Anderson Martins – Também fez uma boa partida, mas deu alguns vacilos no segundo tempo que geraram sustos. 6.5

Reinaldo – Boa partida do lateral, atacou bastante, achou passes de qualidade, foi um dos que mais criou no segundo tempo, na marcação deu um vacilo, mas nada demais. 7.5

Hudson – Atuação razoável, fez alguns bons cortes, mas por vezes faltou mais dele na saída de bola e ser opção ofensiva. 6.5

Liziero – Estava fazendo uma partida na média, mas marcou um golaço que recolocou o São Paulo na briga, depois teve garra de seguir no jogo mesmo lesionado. 7.5

Nene – Começou apagado, mas logo apareceu no jogo e comandou a criação do time, no primeiro tempo era basicamente só ele tentando, mandou bela finalização no travessão em cobrança de falta, outra rasteira, depois deu belo passe de letra, na segunda etapa foi cansado, mas seguiu participativo. 7.0

Lucas Fernandes – Atuação apagada do atleta, não aproveitou sua oportunidade como titular. 4.5

Joao Rojas – Melhor do time na rodada passada, desta vez o equatoriano não foi nada bem, errou quase tudo. 5.0

Gonzalo Carneiro – Atrapalhado, mas guerreiro, teve muita disposição, movimentação, chutou no gol, criou jogada individual e ainda roubou bolas armando contra-ataques, no segundo tempo decaiu muito. 6.0

Bruno Peres – O lateral não entrou nada bem, não acrescentou e ainda errou lance besta. 5.0

Everton – Entrou ativo no jogo, participou de boas jogadas ofensivas, quase marcou um belo gol, e deu opção ao time. 6.5

Tréllez – Desta vez não entrou sendo decisivo, faltou mais dele. 5.5

Aguirre – Diferente do que discursou, optou por uma equipe alternativa, praticamente reserva, talvez para manter a intensidade que ele gosta de ver no time, e no geral a equipe foi bem, manteve padrão, porém faltou criatividade e finalizações de fora da área, quando teve, marcou o gol. 6.5

Nota geral – O São Paulo se impôs fora de casa, controlou as ações da partida, mereceu a vitória no tempo normal, depois nas penalidades é outra história. 6.5

Bola cheia –

Reinaldo – O lateral fez uma ótima partida, aparecendo muito bem ofensivamente e achando passes de meia.

Liziero – Pelo belo gol que fez, precisa arriscar mais vezes de fora da área, tem qualidade para isso.

Foco – Mesmo com muitas mudanças, o time entrou focado e organizado, venceu o jogo fora de casa, controlou totalmente.

Garra – É repetitivo, mas é fato, o time luta até o fim, não desiste e conseguiu o resultado com bola rolando!

Bola murcha –

Jogo de ida – Não podia perder no Morumbi, tivemos certo azar, mas era para ao menos segurar o empate…

Disputa de pênaltis – Tem sido a pedra no sapato do São Paulo desde 2010, precisa mudar essa história!

Araruna – Ele não é lateral, pode ser útil às vezes, mas é preciso saber os jogos, neste jogo decepcionou.

Lucas Fernandes – Outro jovem que foi mal, o meia teve uma grande chance, começou titular, e nem apareceu…

Abraços

Fábio Martins

Fábio Martins

Formado em jornalismo, ADM do SPFC 24 Horas desde 2012 e principal responsável pelo site e redes sociais desde 2014. Twitter: @fbiomartins1

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.