Na volta do NBB, São Paulo inicia o returno com derrota para o Rio Claro

Divulgação/LNB

O São Paulo entrou em quadra na noite dessa terça-feira (14). O tricolor paulista viajou até o interior do estado para enfrentar o Rio Claro na volta do NBB. Os comandados de Cláudio Mortari iniciaram mal o returno da competição, saindo derrotados pelos donos da casa por um placar de 94 a 90 e sofrendo sua quinta derrota na competição, a primeira fora de casa.

Primeiro período:

Com altos e baixos no primeiro período, o São Paulo manteve uma regularidade no ataque, abrindo vantagens em alguns momentos distintos e controlando o jogo de forma segura no lado ofensivo, trabalhando a bola e achando melhores opções disponíveis. O maior problema do tricolor foi a defesa, principalmente de garrafão, que novamente não conseguiu conter o perímetro adversário e nem a força dos pivôs. Murilo Becker, que teve boa participação no ataque, sofreu com a marcação em cima do Gerson, que “jantou”o pivô são-paulino em diversos momentos. A carga de faltas prejudicou o time de Cláudio Mortari, que viu Léo Meindl cometer duas em apenas 5 minutos.

Segundo período:

Após encaixar a defesa e conseguir diminuir o aproveitamento do Rio Claro, o São Paulo construiu uma boa vantagem no segundo quarto, rodando bem o time e chegando a abrir mais de dez pontos no placar. Explorando as trocas, o tricolor foi efetivo nos dois lados da quadra, principalmente nas construções de jogadas, lideradas pelo armador Georginho de Paula e o ala Shamell. Com boa margem de acertos, mas ainda cometendo alguns erros, o time são-paulino foi para o intervalo vencendo por 8 pontos.

Terceiro período:

Na volta do intervalo, o Rio Claro mudou totalmente sua postura, ajustando sua marcação e forçando o São Paulo a gastar grande parte do relógio. Muitas vezes o tricolor se mostrou pressionado e isso se originalizou em muitos erros por parte do ataque e um desempenho defensivo apático, deixando a equipe do interior paulista com total liberdade para fluir seu jogo. Devido a péssimas escolhas e tomadas de decisão totalmente precipitadas, a vantagem são-paulina diminuiu drasticamente e um jogo que parecia tranquilo se complicou e muito.

Quarto período:

Iniciando o quarto com a mesma postura que havia terminado o terceiro período, o tricolor viu o Rio Claro abrir vantagem e ficar cada vez mais perto da vitória. Forçando erros da equipe são-paulina, o time do técnico Fernando Penna foi sólido em suas definições. O São Paulo lutou, mas foi inferior e não conseguiu sair com a vitória. Em uma partida com muitos erros da equipe de Cláudio Mortari, o Rio Claro terminou vitorioso após triunfar nos dois períodos do segundo tempo. o placar final foi de 94 a 90 para o leão do interior.

Destaques do São Paulo:

Shamell – 22 pontos.

Georginho – 17 pontos e 10 rebotes.

Jefferson – 16 pontos.

Becker – 16 pontos.

Destaques do Rio Claro:

Gerson – 22 pontos e 6 rebotes.

Baxley – 22 pontos.

Enzo Ruiz – 15 pontos.

Pastor – 10 pontos.

Diego Marcondes

17 anos. Amante de basquete e são-paulino. Um dos percusores do Arremesso Tricolor. Também colaboro em Jumper Brasil e BasCast Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: