Militão é negociado com o Porto, mas ainda estará disponível nos próximos jogos

(Foto: Rummens | Fotoarena)

O polivalente Eder Militão vai mesmo sair do São Paulo nesta janela, o site globoesporte.com confirmou que nesta terça-feira (24) ocorreu uma reunião que decretou a venda do atleta para o Porto.

A negociação envolveu 7 milhões de euros (R$ 30,6 milhões), mas o São Paulo terá direito a 4 milhões de euros (R$ 17,7 milhões) e também terá 10% de uma venda futura, além dos 5% que já é direito do clube por ser formador. Os outros 3 milhões de euros (R$ 13 milhões) ficarão com o estafe do jogador, vale ressaltar que ele já tinha acertado um pré-contrato com o clube português no começo de julho.

Mesmo negociado, Militão ficará para os próximos jogos, Grêmio, Cruzeiro, Colón (segunda fase da Sul-Americana) e Vasco, portanto sua despedida será no dia 5 de agosto, caso não tenha nenhuma suspensão, o atleta está pendurado e pode desfalcar o time em um desses três jogos do Brasileirão.

Militão, 20 anos, começou a ter chances no profissional do São Paulo em 2017, com Rogério Ceni, mas foi no segundo semestre que embalou de vez, Dorival improvisou o zagueiro na lateral, e deu certo, assumiu a posição, em 2018 foram 32 jogos e 2 gols marcados.

Neste período, o São Paulo já poderá contar com o reforço para lateral, Bruno Peres, já Régis está treinando no clube, mas não foi reintegrado com o grupo, o futuro é indefinido, outra opção é o Araruna que já cumpriu a função de maneira improvisada.

Fábio Martins

Formado em jornalismo, ADM do SPFC 24 Horas desde 2012 e principal responsável pelo site e redes sociais desde 2014. Twitter: @fbiomartins1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: