#MadeInCotia: Onde estão agora? #02 – João Paulo

João Paulo em entrevista da Copinha 2015 que viralizou (Foto: Reprodução / Internet)

Você se lembra dos principais jogadores que foram revelados nas categorias de base do São Paulo? Essa coluna especial vai te ajudar a relembrar e saber que rumo a carreira deles tomou. Será que foram bem sucedidos? Para onde foram e onde estão agora?

Origem e primeiros passos da carreira

João Paulo Queiroz de Moraes nasceu em 28 de Novembro de 1996, na cidade de Tietê, interior de São Paulo. Chegou nas categorias de base do tricolor em 2010. Disputou a Copa São Paulo de Futebol Junior em 2015, marcando 7 gols.

O meme

Apesar de marcar muitos gols e se destacar, João Paulo ganhou maior notoriedade por dar uma entrevista após a derrota do São Paulo para o Corinthians na semifinal da Copinha, onde se enrolou e acabou soltando a icônica e confusa frase: “Olha eu não sei o que aconteceu, e se aconteceu eu não tô sabendo. Mas eu acho que o futebol não é isso que aconteceu, porque eu não sei o que aconteceu.”

João Paulo jogando pelo Oeste (Foto: Jefferson Vieira / Oeste Barueri)

Afinal, o que aconteceu?

Promovido ao elenco profissional do São Paulo em 2015, disputou apenas 4 partidas, sendo todas pelo Campeonato Brasileiro, totalizou apenas 97 minutos em campo e não marcou nenhum gol. No ano seguinte foi emprestado ao Bahia, onde marcou 2 gols em 8 partidas, inclusive, contra o São Paulo, pela Copa do Brasil sub-20. Em 2018, foi emprestado ao Criciúma, deixando 4 gols e 3 assistências em 14 partidas. Um ano mais tarde, João Paulo foi então vendido a equipe do Ceará, mas nunca chegou a disputar nenhuma partida. Em menos de um ano, o jogador fez as malas novamente, dessa vez para o Oeste, onde disputou 3 partidas, sem marcar gols. Algumas lesões atrapalharam o caminho do atacante.

O Guarani foi último clube que João Paulo defendeu (Foto: David Oliveira / Guarani FC)

Onde está agora?

Em agosto de 2020, João Paulo foi transferido para o Guarani, mas jogou apenas duas partidas pela Série B e foi liberado pelo clube em dezembro do mesmo ano, mesmo com contrato vigente até o fim da temporada. Chegou a integrar a equipe sub-23 na Copa Paulista marcando dois gols em seis partidas, mas não teve espaço da equipe principal. Até o fechamento dessa matéria, o atacante estava sem clube.

Beatriz Pestana

Avatar

Beatriz Pestana

23 anos. Estudante de jornalismo. Apaixonada por futebol, é são-paulina fanática desde criança. Ama futebol de base e pretende seguir cobrindo essa área.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.