Há dezesseis anos, o São Paulo salvava o Corinthians do rebaixamento!

{Foto por: Globo Esporte}

Há dezesseis anos, no dia 14/03 de 2004, o São Paulo entrou para a história do seu rival, o Corinthians, salvando-o do que poderia ser o maior vexame da sua história.

Na época, o regulamento dividia as equipes em dois grupos de 10 times, sendo o último colocado de cada grupo, o rebaixado no ano seguinte. Na época, o Corinthians se situava na nona colocação do seu grupo, com 8 pontos e o ultimo colocado, o Juventus, estava com 6 pontos. Para o Corinthians ser rebaixado, seria necessário uma derrota no seu jogo e uma vitória do Juventus, e é ai a que a história começa.

Tanto o São Paulo quanto o Corinthians jogavam no mesmo dia, enquanto eles enfrentavam a Portuguesa Santista, o Tricolor enfrentavam o lanterna do grupo, a Portuguesa.

A tarefa dos Corintianos não era fácil, a Portuguesa lutava por uma vaga na classificação do mata-mata e precisava da vitória. Pois bem, o resultado final da partida foi uma vitória magra da Portuguesa Santista por 1 a 0.

O Corinthians então jogava toda a esperança para cima de quem? Do São Paulo. Os torcedores do nosso rival literalmente torciam para o São Paulo vencer o Juventus (ou empatar), caso contrário, a equipe da Mocca ultrapassaria o Corinthians e os fariam ser rebaixados.

O São Paulo começou pressionando, e mesmo com gritos de vaias, o tricolor marcou o primeiro. Grafite, autor do primeiro gol, marcou também o segundo. O São Paulo foi para o vestiário sobre vaias, gritos e xingamentos. No segundo tempo o São Paulo voltou “sem vontade”, deixando o Juventus marcar o gol do 2 a 1, e inclusive o gol de empate, com Valdo. Sálvio Espínola, porém, marcou um impedimento no lance.

Mesmo com vaias, com a torcida do São Paulo gritando “Juventus” o tempo inteiro, o tricolor não facilitou e a equipe da Mooca não conseguiu o empate.

No jogo do Corinthians, os torcedores rivais ovacionaram o São Paulo. No jogo do tricolor, o clima era de vaias. O maior alvo das criticas foi o Grafite, que marcou os gols tricolores. Até hoje, existem torcedores que não perdoam o atacante por ter “salvado” o Corinthians.

E você torcedor, já perdoou o Grafite pelo ocorrido?

Fique agora com algumas manchetes da época:

Jornal Lance expõe a manchete “São Paulo salva São Jorge”.
Estadão expôe: “Corinthians é salvo pelo São Paulo”.

 

Jornal Folha: “Corinthians dá vexame e só não cai graças ao São Paulo”

Gustavo Marinheiro

Meu nome é Gustavo Marinheiro, sou estudante de Jornalismo, fotógrafo e professor. Escrevo há 3 anos, sendo sobre o São Paulo há 2.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: