Destaque Tricolor: Meio Campo!

Fala, nação Tricolor!

Mais uma rodada de meio de semana se passou e o São Paulo agora soma 7 pontos dos 9 disputados até aqui, uma pequena evolução em comparação ao Paulista do ano passado, no qual, em 3 rodadas, o São Paulo somou 6 pontos e perdeu o clássico contra o Santos. Em 2020, o clássico foi na segunda rodada e o tricolor ficou no empate em 0x0 com o Palmeiras.

O time do Morumbi lidera o seu grupo e não pode ser ultrapassado nessa rodada. Ontem, o tricolor venceu a ferroviária por 2×1 de virada, algo raro nos últimos tempos de São Paulo. A equipe parece estar entendendo mais a filosofia de jogo de seu treinador e já podemos ver coisas diferentes da equipe que terminou o campeonato brasileiro de 2019 na sexta colocação.

Foto: /Érico Leonan/sãopaulofc.net

As posições de Daniel Alves e Tchê Tchê são novidades em relação a temporada passada. O segundo passou a atuar mais recuado, como primeiro volante, iniciando a saída de bola da equipe com melhor qualidade no passe, enquanto Daniel deixou de jogar como meia armador, de costas para o gol e passou a jogar como segundo homem de meio campo, armando o jogo de frente e auxiliando também na saída de bola.

Mas, além das mudanças táticas, o que chama a atenção é a intensidade que esses dois têm jogado nesse início de temporada. Ambos se dedicam demais e correm o campo todo. Daniel Alves, com um pouco mais de liberdade, tá sempre ajudando na marcação e sempre aparecendo na frente, seja pra criar as jogadas, como para finalizá-las. O jogador tem uma média de 108,7 toques na bola por partida, jogou os 90 minutos dos 3 jogos e tem um gol marcado.

Tchê Tchê tem uma função mais defensiva e por isso não aparece tanto assim na frente. Diniz tentou isso ano passado e o jogador não agradou, não conseguiu fazer bem essa função de ajudar na armação do jogo. Apesar de não ser de características defensivas, o jogador tem agradado e muito nessa função, corre demais e tá sempre bem posicionado na frente da zaga. Com uma média de 88,3 toques na bola por partida, o volante tem dado uma qualidade maior na saída de bola da equipe tricolor.

Quem ainda anda destoando nesse meio campo é Hernanes, apesar do gol de empate de ontem. O camisa 15 ainda parece estar um estágio atrás dos demais jogadores, mas a sequência de jogos é importante para que o mesmo possa adquirir ritmo de jogo. Assim que ele conseguir isso, vai ajudar bastante, pois, de bola, ele entende até demais. O São Paulo me agrada muito nesse início, mas, ainda há muito o que evoluir.

.

“No dia que tu não existir, eu não quero sorrir nunca mais”

 

@joaoigorlucena

Avatar

João Igor Lucena

São Paulino completamente apaixonado, colaborador do spfc24horas!!! "No dia que tu não existir, eu não quero sorrir nunca mais"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.