Crespo explica situações após primeira derrota

(Foto: SPFCTV)

Após derrota de 2×1 para o Novorizontino, a primeira do time no Paulistão 2021 e a primeira do São Paulo sob comando do Hernan Crespo, em jogo válido pela 4ª rodada do estadual.

Merecia ganhar?

“Merecíamos ganhar. O empate era muito justo. Penso que nossa equipe jogou melhor. O gol no primeiro tempo foi um acidente. Podíamos fazer as coisas melhores? Sim. No segundo tempo, foi a mesma coisa, buscamos o empate e, em uma desgraça, um erro individual, técnico, levamos o gol”

Derrota

“Foi doloroso, porque é uma derrota, mas temos a tranquilidade para manter uma identidade. Não foi porque ganhamos de 4 a 0 do Santos que tínhamos que ganhar de seis hoje. Não. É uma evolução. Viemos para trabalhar, melhorar e ninguém disse que vai ser fácil.”

Adversário

“Temos que parabenizar o Novorizontino, que com suas próprias ideias conseguiu nos paralisar. A única ocasião que tiveram no primeiro tempo, não sei se foi o Bruno Alves que deu a bola ao atacante ou não. Poderíamos fazer as coisas melhor. Logicamente, o São Paulo poderia vencer”

Evolução no time

“Penso que há uma evolução, mas em todo crescimento, há momentos de oscilação e de dificuldade. Creio que hoje, neste sentido, foi um obstáculo, não somente do jogo, que foi um pouco lento. Há o componente arbitragem, que também impactou no resultado. Entendemos que é normal ter uma ideia, teremos momentos difíceis em campo”

Escolhas no time titular

“Simplesmente, iremos jogo a jogo. Não entendo o tema da equipe principal ou não, simplesmente acho que o Paulista tem que ser levado de forma séria, não vamos deixar de trabalhar, é um torneio para se respeitar”

Mudança tática no segundo tempo

“Foi porque a equipe estava perdendo. Rodrigo estava tranquilo e sereno. O São Paulo foi a equipe que propôs ocasiões de gol e faltou muito pouco para fazê-lo. Tínhamos que mudar de alguma maneira”

Arbitragem

“O pênalti houve, mas a árbitra não entendeu assim. Eu tenho uma ideia completamente diferente. Foi pênalti”

Superar arbitragem

“Nós, do São Paulo, temos que ser muito maiores que uma decisão de arbitragem. Entendo que é parte do jogo o erro. Nessas 4 partidas, tiveram muitas decisões contra o São Paulo. Em algum momento, que isso equilibre. Gostaria que não houvesse para mais ou menos.”

Pandemia

“Eu vim aqui confiando que as coisas vão se sair bem. Não tem uma solução absoluta, mas sempre respeitando as regras que cada país exige. Hoje moro no Brasil e sigo o que dizem as autoridades”

Paralisação dos jogos

“Sou um treinador de futebol e treino a equipe. Este é o meu trabalho, o governo tem que tomar decisões muito mais importantes sobre a saúde. Se eu estou de acordo ou não, não creio que seja importante. A decisão que tomar o governo é aquela que seguiremos”

“Falo exclusivamente do que houve na Argentina no ano passado, ficamos cinco meses parados. Isso tinha a ver com a perda da massa muscular, foi difícil. Aumentaram as lesões em todo mundo. Isso é uma preocupação, mas estamos falando do ano passado.”

Facebook: @SPFC24Horas | Instagram: @spfc24horas | Twitter: @spfc24horas_

Fábio Martins

Fábio Martins

Formado em jornalismo, ADM do SPFC 24 Horas desde 2012 e principal responsável pelo site e redes sociais desde 2014. Twitter: @fbiomartins1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.