Com mais um triplo-duplo de Georginho de Paula, São Paulo conquista vitória expressiva sobre Caxias

FOTO: João Neto/LNB

Buscando dar sequência a ótima fase no Novo Basquete Brasil (NBB) e ficar cada vez mais próximo do líder Flamengo, o São Paulo enfrentou, nesse domingo (13), o Caxias Basquete, no Ginásio Poliesportivo Henrique Villaboim, em Pinheiros. Dominante no primeiro tempo, os comandados de Cláudio Mortari construíram grande vantagem já nos vinte minutos iniciais e apenas controlaram o placar no restante da partida. O tricolor paulista venceu os gaúchos com tranquilidade, pelo placar centenário – o quinto na temporada – de 109 a 89. O triunfo, que foi o oitavo do time são-paulino na temporada e o quinto consecutivo, coloca o São Paulo na vice-liderança do NBB.

Primeiro Período – São Paulo 32 x 13 Caxias

Dono do melhor ataque da competição, o São Paulo fez jus a marca e apresentou um desempenho surpreendente no primeiro quarto. Em tese, já esperávamos uma superioridade são-paulina, mas a realidade superou as expectativas. Bom, pelo menos no início de jogo. O tricolor paulista conseguiu imprimir seu ritmo já a partir dos minutos iniciais, dificultando ainda mais a vida do Caxias, que não aproveitou as poucas oportunidades criadas durante o período. A intensidade defensiva do time são-paulo, claro, chamou a atenção, mas foi o sistema ofensivo avassalador e eficiente que definitivamente roubou a cena. Apostando, como de praxe, na extrema coletividade, os comandados de Cláudio Mortari viveram momentos animadores nos dez primeiros minutos. Os gaúchos até tentaram produzir boas defesas, porém parecia impossível parar o arsenal ofensivo do clube do Morumbi. Falando sobre números expressivos, o São Paulo foi ao segundo período com quase vinte pontos de vantagem, além de consolidar incríveis 83% de aproveitamento no perímetro, 88% nas bolas de dois pontos e boas estatísticas em assistências, rebotes e etc. Lucas Mariano foi o destaque com 11 pontos.

Segundo Período – São Paulo 27 x 18 Caxias

Caxias voltou melhor no segundo quarto, mas ainda não era o suficiente para incomodar o tricolor paulista. Defensivamente, conseguiu diminuir minimamente o desempenho do São Paulo, que era quase perfeito e se tornou apenas ótimo. Já ofensivamente, foi muito mais responsável e aproveitou os arremessos na área pintada, sobretudo utilizando o bom Túlio da Silva como arma principal diante do garrafão são-paulino. No entanto, o perímetro caxiense seguia sem aproveitamento e o ataque teve grandes momentos de pragmatismo. Pelo lado são-paulino, o clima era melhor do que nunca. Aproveitando-se da ampla vantagem no marcador, Cláudio Mortari optou por rodar o plantel e deixou o quarteto Jefferson, Gerson, Isaac e Dawkins em quadra durante todo o período. Essa movimentação foi um case de sucesso e o aproveitamento como um todo continuou altíssimo. O ala-pivô Jefferson, por exemplo, veio do banco pegando fogo e foi o destaque nesses dez minutos com 15 pontos.

Terceiro Período – São Paulo 23 x 30 Caxias

O tricolor paulista foi ao intervalo totalmente despreocupado e contente com o desempenho no primeiro tempo. Feliz com a atuação de seu time, o técnico Cláudio Mortari nada pontuou durante a parada e permaneceu sentado no banco de reservas durante todo o período. Os atletas desceram ao vestiário, mas conversaram pouco e prontamente retornaram à quadra para treinar arremessos. Já o Caxias aparenta ter tomado uma bela bronca, visto que a equipe gaúcha voltou com muito gás e vontade no terceiro quarto. Os caxienses elevaram absurdamente o aproveitamento – 71% nas bolas de três e 54% nas bolas de dois – e rodaram muito bem a bola, vivendo situação totalmente diferente do apresentado no primeiro tempo. O coletivo funcionou e Caxias deu trabalho ao São Paulo. Com uma vantagem enorme no placar, o clube paulista voltou desligado, diminuiu o ritmo e não teve a mesma intensidade. Todavia, o coletivo são-paulino ainda conseguiu ser efetivo no ataque, mesmo com o aproveitamento caindo. O quinteto titular voltou à quadra e Lucas Mariano foi novamente o destaque, desta vez com 9 pontos.

Quarto Período – São Paulo 27 x 28 Caxias

Próximo de garantir a vitória, o São Paulo optou por uma mescla interessante entre titulares e reservas no quarto final. Com exceção do ala-pivô Renan Lenz, todos os atletas da equipe comandada por Cláudio Mortari entraram em quadra durante os últimos dez minutos. Com a saída de Lucas Mariano logo no início, Gerson assumiu a posição cinco e se destacou diante do garrafão caxiense. Apenas controlando a vantagem, o time são-paulino teve como maior expectativa o triplo-duplo de Georginho de Paula, que foi conquistado com suor nos minutos finais do duelo. Dawkins e Jefferson aproveitaram a oportunidade e também pontuaram com êxito. Já o Caxias manteve em quadra seus principais jogadores, dando cada vez mais volumes aos destaques do time. A iniciativa garantiu um resultado positivo aos gaúchos, que venceram a parcial do período. O clube do Morumbi, contudo, venceu o confronto por 20 pontos e conquistou sua oitava vitória no NBB: 109 a 89.

Destaques

São Paulo: Georginho de Paula (20 pontos, 10 rebotes e 10 assistências), Lucas Mariano (20 pontos e três rebotes), Jefferson (18 pontos), Gerson (14 pontos) e Shamell (14 pontos).

Caxias: Túlio da Silva (23 pontos e oito rebotes), Nico Ferreyra (17 pontos), Antônio (15 pontos), Pedro Teruel (15 pontos) e Eddy (10 pontos).

Confira, abaixo, as considerações finais sobre a vitória do São Paulo na noite desse domingo (13):

Georginho de Paula anotou, diante do Caxias, o seu segundo triplo-duplo na temporada e sétimo na carreira.

Destaque do São Paulo na temporada, Lucas Mariano falou com a equipe do SPFC 24 Horas:

Próximo jogo: o São Paulo entra em quadra novamente amanhã, terça-feira (15), para enfrentar o lanterna Cerrado. A partida, que será realizada no Ginásio Poliesportivo Henrique Villaboim, em Pinheiros, está marcada para às 20h (horário de Brasília) e será transmitida na ESPN.

Arremesso Tricolor: ouça o podcast de basquete do SPFC24Horas em seu agregador favorito:

O Arremesso Tricolor é uma proposta independente e totalmente exclusiva do site SPFC 24 Horas.

Diego Marcondes

Diego Marcondes

16 anos. Amante de basquete e são-paulino desde criança, sonha em ser jornalista no futuro. Escreve, também, sobre o Boston Celtics no site Celtics Brasil e sobre NBB no portal Jumper Brasil. @diegaom25

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.