A uma vitória da final inédita do NBB, o São Paulo faz o Jogo 3 contra o Minas neste sábado

[ Foto por: Mari Sá/LNB ]

Após uma vitória contundente no duelo que abriu às semifinais do NBB 20/21 e uma virada de almanaque no Jogo 2,  o São Paulo volta à quadra neste sábado (15/05), às 18 horas, contra o Minas Tênis Clube, em confronto válido pelo Jogo 3 do final four, no Ginásio do Maracanãzinho, localizado dentro do Complexo do Maracanã, no estado do Rio de Janeiro.

O duelo deste sábado para os comandados do técnico Claudio Mortari pode ser a confirmação da classificação inédita para a grande final do NBB, já para o Minas, é manter se vivo na série com uma eventual vitória, fazendo 2-1 no placar das séries e ir em busca na próxima segunda-feira (17) de empatar o duelo das semifinais.

As duas primeiras partidas entre São Paulo e Minas foram de muitas reviravoltas entre os quartos, com direito a algumas oscilações consideradas normais por conta do volume altíssimo colocado pelas duas equipes em quadra e diversas jogadas plásticas, mas o que chamou a atenção mesmo, foram às ótimas apresentações coletivas do Tricolor Paulista, onde Shamell e companhia conseguiram frear a tempestade mineira, quebrando assim o favoritismo visto o histórico de confrontos entre os dois clubes antes de se iniciar o final four.

No duelo 1 que abriu às semifinais do NBB, a equipe do Morumbi conseguiu contar com uma ótima eficiência nas bolas do perímetro, convertendo 18 de 45 tentadas, encerrando o duelo com 40% de aproveitamento e dos 88 pontos anotados, 54 pontos foram oriundos dos tiros de 3 pontos, já a equipe mineira, não estava no seu melhor dia nas bolas do perímetro, pois ao tentar 24 tiros, só acertou 3 bolas. Mas, o destaque mesmo, ficou por conta do jogo coletivo impecável e incansável dos comandados do Mortari, onde conseguiram anular os principais jogadores do Minas e colocaram todo o seu volume de jogo em quadra, ofuscando totalmente uma possível recuperação da equipe de Belo Horizonte na partida.

Já o Jogo 2, como já era esperado, o Minas veio para o tudo ou nada, mesmo o São Paulo realizando um bom primeiro tempo, mas pecando muito na conclusão das jogadas e com uma baixa eficiência nas bolas do perímetro, a equipe comandada pelo técnico Leonardo Costa só no 1° quarto anotou incríveis 6 bolas de 8 tentadas para 3 pontos, onde encerrou o primeiro tempo vencendo Georginho e companhia por 54 x 37.

Na volta do intervalo, o Tricolor Paulista precisava voltar com outro espírito, se quisesse fazer 2-0 na série e assim ficar mais confortável nas semifinais. A conversa no vestiário surtiu efeito e o São Paulo voltou imprimindo um alto volume no jogo, com contragolpes rápidos e uma ótima eficiência nas bolas do perímetro, a equipe venceu o 3° quarto por 23 x 15 e deixou o placar mais favorável para uma possível virada, visto que terminou com o São Paulo conseguindo diminuir a vantagem de 17 pontos para 9 ,  69 x 60 para o Minas. A equipe de Leonardo Costa esperava um São Paulo mais abatido para o segundo tempo, conforme a baixa eficiência no primeiro tempo e a desorganização tática na conclusão das jogadas.  Porém, o Tricolor Paulista foi valente e o técnico Mortari foi cirúrgico em manter para todo o seu segundo tempo de partida, o quinteto inicial formado por Shamell, Bennett, Georginho, Lucas Mariano e Jefferson, sem rotação nenhuma. Liderado pelo pivô Lucas Mariano, que no primeiro tempo só tinha anotado 2 pontos, no último quarto ele voltou on fire e foi o cestinha da equipe do Morumbi, com 12 pontos, ao lado do armador Georginho, que anotou 9 pontos, o Tricolor do Morumbi ganhou o último quarto por 30 x 16 e fez 2-0 na série, após vencer o duelo 2 por 90 x 85.

Para o duelo 3 deste sábado (15), para o Minas não tem outra escolha, a não ser vencer o São Paulo, para assim fazer 2-1 na série das semifinais e forçar o Jogo 4. A equipe de Léo Costa terá que apresentar aquilo que ainda não conseguiu nesse final four, que é de conseguir frear o ímpeto dos principais jogadores do São Paulo entre os quatro quartos, mantendo uma alta consistência defensiva, um volume alto de eficiência das bolas do perímetro ao longo do jogo e que a rotação dos seus atletas se encaixem no plano de jogo conforme o decorrer do duelo, conseguindo assim sonhar com a vitória e forçar o Jogo 4. Porém, o São Paulo vem com total favoritismo e com confiança de sobra entre todos os atletas do seu atual elenco, após abrir 2-0 na série de forma incontestável, a equipe de Claudio Mortari está a uma vitória de conquistar uma classificação inédita para a final da elite do basquete masculino nacional.

Histórico do confronto: 

O histórico do duelo entre São Paulo e Minas já conta com uma rivalidade acirrada, antes do início das semifinais do NBB 20/21, em sete confrontos, a equipe de BH conquistou cinco vitórias, enquanto o São Paulo apenas duas. Porém, nas semifinais da atual edição do NBB, o histórico negativo do Tricolor do Morumbi virou combustível para quebrar essa série de derrotas para o Minas, onde conseguiu conquistar duas vitórias na abertura das semifinais do NBB e está a uma vitória da inédita classificação para a final da principal competição do basquete brasileiro.

Para refrescar a sua memória, segue abaixo um raio-x de todos os confrontos na história do duelo:

NBB 2019/2020:

São Paulo 75 x 78 Minas Tênis Clube – Primeiro turno

Minas Tênis Clube 85 x 87 São Paulo – Segundo turno

Copa Super 8 2019:

São Paulo 68 x 82 Minas Tênis Clube – Quartas de final

NBB 2020/2021:

Minas Tênis Clube 96 x 92 São Paulo – Primeiro turno

São Paulo 90 x 92 Minas Tênis Clube – Segundo turno

Minas Tênis Clube 70 x 88 São Paulo – Jogo 1 das semifinais do NBB

São Paulo 90 x 85 Minas Tênis Clube – Jogo 2 das semifinais do NBB

Copa Super 8 2021:

Minas Tênis Clube 70 x 78 São Paulo – Semifinal

Basketball Champions League Américas 2021:

Minas Tênis Clube 75 x 58 São Paulo – Disputa do 3° lugar

 

FICHA TÉCNICA:

Jogo: São Paulo Futebol Clube x Minas Tênis Clube

Local: Ginásio do Maracanãzinho, localizado dentro do Complexo do Maracanã, no estado do Rio de Janeiro.

Data e horário: 15/05/2021, 18 horas (horário de Brasília).

Transmissão: TV Cultura, ESPN, DAZN e TWITCH.

 

PROVÁVEIS TITULARES:

São Paulo: Corderro Le Quince Bennett, Shamell Jermaine Stallworth, Jefferson William Andrade da Silva Antônio, George Lucas Alves de Paula e Lucas Fernandes Mariano – Técnico: Claudio Mortari.

Adversário: Shaquille Kamel Anthony Johnson, David Wayne Jackson Jr, David Ahmad Nesbitt, Luciano Parodi González e João Paulo Lopes Batista– Técnico: Leonardo Costa.

 

Arremesso Tricolor: ouça o podcast de basquete do SPFC24Horas em seu agregador favorito:

O Arremesso Tricolor é uma proposta independente e totalmente exclusiva do site SPFC 24 Horas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.