Vôlei Tricolor: São Paulo/Barueri perde o primeiro jogo da semifinal e espera reviver 2019

O Osasco/São Cristóvão Saúde foi superior e derrotou o São Paulo/Barueri por 3 sets a 0 – parciais de 25-22, 25-20, 25-16 – na noite deste sábado (10.10), no Ginásio José Correa, em Barueri, pelo primeiro jogo do playoff das semifinais do Campeonato Paulista Feminino 2020.

O Tricolor começou melhor e abriu quatro pontos de frente no primeiro set. Numa bela passagem de Roberta pelo saque, Osasco virou para 18 a 17. O confronto chegou a estar empatado novamente em 22 a 22, mas por conta de dois erros da arbitragem o Barueri empacou, sem conseguir virar, e viu o rival fazer 1 a 0 no jogo. As visitantes fizeram 15 pontos de bloqueio.

Nos dois sets seguintes, deu tudo certo para a equipe Osasquense, as bolas de ataque do Barueri não eram efetivas, as ponteiras Maira e Karina não estavam em um bom dia, já do outro lado,  aproveitando os contra-ataques, Jaqueline e Tandara brilharam, com 17 pontos marcados por Tandara, sendo a maior pontuadora da partida.

Agora Zé Roberto, espera reviver 2019, quando também havia perdido o primeiro jogo da semifinal por 3×0 para a equipe do Sesi-Bauru então favorita ao título e quando nem o mais esperançoso torcedor esperava o tricolor virou fora de casa, vencendo o golden set onde dias depois sagrava-se campeão em cima do Osasco Audax.

Osasco São Cristóvão Saúde: Roberta (3), Tandara (17), Jaque (11), Tainara, Mayany (5), Paracatu (10) e a líbero Camila Brait. Técnico: Luizomar. Entraram: Gabi (10), Karyna, Ana Medina.

São Paulo Barueri: Diana (6), Maira (10), Kisy (9), Lorena (2), Karina (13), Kenya (2) e a líbero Nyeme. Técnico: José Roberto Guimarães. Entraram: Lorrayna Jackie, Dani Terra.

O confronto de volta será terça-feira, às 18h45, no José Liberatti. Para avançar, o time do técnico José Roberto Guimarães precisa devolver a derrota para forçar o golden set.

Foto: Aduato Araújo

Deixe um comentário