Vitor Bueno elogia goleiro, Crespo critica calendário e evita falar de Hernanes

(Foto: Rubens Chiri)

Mesmo com o gol no empate de 1×1 com o Racing, Vitor Bueno foi o alvo dos torcedores são-paulinos por conta do gol perdido que colocaria o time em vantagem de 2×0.

Explicação do Bueno…

Na saída do gramado, o atacante explicou o gol perdido: “Claro que poderíamos ter saído com uma vantagem maior no primeiro tempo, teve meu erro ali, mas muito mérito do goleiro também, que voltou rápido e conseguiu defender. Tivemos outra oportunidade com o Nestor”.

E colocou esperança na partida de volta: “Temos totais condições de reverter esse placar, tem o gol fora. Temos totais condições de ir lá, fazer o placar e sair classificado”.

O centroavante entrou na partida e foi substituído na reta final, falou sobre oportunidades: “Aí é com professor, entro em campo para fazer meu trabalho, fiz um gol, poderia fazer outro, mas agora já foi. Como eu disse, temos sete dias para trabalhar e sair de lá com a classificação”.

Crespo também falou
Com muitos problemas, Crespo criticou o calendário intenso: “Que preparação se não podemos treinar e temos que jogar a cada três dias? É impossível. A gente aqui trabalha o ano todo, sem férias, sem dias de folga. O calendário é esse. É assim, acontece. O problema é que é uma situação crítica e todo jogo acontece alguma coisa. Mas não tem tempo para descansar, tem que jogar a cada três dias, sempre situações importantes, sempre situações limites. É assim. Não vai mudar, é um fato, todo mundo sabe”.

Sobre o setor ofensivo prejudicado com as lesões, Crespo disse: “É um fato que temos muitos desfalques, mas estamos acostumados a superar situações difíceis… Eles (Eder, Rigoni e Luciano) são jogadores importantes para o time. Mas acredito que a gente pode conseguir o resultado que todos esperamos em Buenos Aires”.

O treinador evitou falar sobre Hernanes que não tem sido relacionado: “Situação particular e privada. Prefiro não falar. Talvez os dirigentes, ou o próprio Hernanes, por respeito, acredito que não devo falar neste momento”.

Crespo explicou o motivo de um dos destaques do time, Benitez, ficar na reserva: “Martín está passando por um momento difícil fisicamente, então temos que ter muita atenção. Esse é o ponto.”

Por fim, acabou tirando Vitor Bueno, que entrou na primeira etapa e explicou: “Não, absolutamente. Ele fez gol, talvez teve possibilidade de fechar o jogo com 2×0. Mas acho que a situação neste momento, era para um atacante mais rápido, então preferi mudar”.

Facebook: @SPFC24Horas | Instagram: @spfc24horas | Twitter: @spfc24horas_

Fábio Martins

Formado em jornalismo, ADM do SPFC 24 Horas desde 2012 e principal responsável pelo site e redes sociais desde 2014. Twitter: @fbiomartins1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.