SPFC, responsabilidade social e a essência da nobreza

(Foto: Divulgação)

Em meio a tantos problemas e fragilidades administrativas e politicas evidenciadas nos últimos anos, colocando a prova o posto de clube referência que foi conquistado ao longo da história, o SPFC continua sim com sua nobre essência.

Para muitos um fato passou despercebido, ou não recebeu a atenção devida, mas o papel do SPFC na reabilitação de Breno é algo louvável e pouco visto nos dias de hoje. Desde o incidente ocorrido na Alemanha em 2011, o zagueiro pode contar com poucos, mas o SPFC sempre esteve ao lado do jogador que foi muito importante na conquista de 2007 e saiu do tricolor como uma grande promessa do futebol.

Após o ocorrido, Breno foi condenado e passou quase 3 anos cumprindo pena, entre regime fechado e regime semi aberto, e durante todo esse tempo, o SPFC já prestava auxilio e manteve um acordo com o jogador pagando desde o incidente em torno de R$9.000,00 mensais além do auxilio a família.

Quando foi liberado pela justiça alemã, Breno retorno ao Brasil e ao SPFC, onde recebeu todo o apoio e teve a disposição toda a estrutura para se recuperar como cidadão e também como atleta profissional.

Na época o então técnico Muricy Ramalho deu a Breno a perspectiva e o objetivo de se preparar para retornar ao time e ele conseguiu.

Apesar de ter tido pouco espaço devido a quantidade de atletas na posição, Breno pode atuar novamente e assim despertar interesse no Vasco da Gama, onde acaba de assinar contrato por 3 anos.

Breno disputará pelo clube carioca a edição de 2018 da pré libertadores e graças ao SPFC que depois de tudo que vem fazendo pelo atleta desde 2011, deu a “bençao” e facilitou o negócio para que o zagueiro assinasse em definitivo com o Vasco e assim cumpriu sua missão, tirando Breno do momento mais difícil de sua vida e devolvendo-o ao futebol, com contrato de 3 anos em um grande clube e pronto para disputar o mais importante campeonato das américas.

O São Paulo não teve lucro financeiro e nem mesmo futebolístico, já que Breno pouco atuou, mas o valor de ter devolvido ao jogador que nasceu na base do clube a chance de exercer sua profissão, prover sua família e dar a volta por cima, é inestimável. Além disso, o SPFC mostra mais uma vez, que nem mesmo a pior crise de sua história apaga a essência nobre e diferenciada do MAIOR CAMPEÃO em competições internacionais do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: