São Paulo acerta novo diretor da base

A gestão Julio Casares começou e as mudanças vão acontecendo dentro do São Paulo. O nome para o comando das categorias de base do São Paulo é de Marcos Biasotto, profissional experiente no mercado do futebol brasileiro comandará todas as categorias de base no lugar do conselheiro que está na função desde 2017, José Roberto Canassa.

Base do São Paulo como jogador

Marcos Biasotto foi jogador de futebol, sem tanta expressão, inclusive teve formação na base do São Paulo, mas foi atuar por Mogi Mirim, Paulista de Jundaí e no Japão. No retorno ao CAP em 2020, o dirigente falou sobre: Eu já vivi um pouco de tudo no futebol. Tive uma formação no São Paulo, ainda garoto, depois fui jogar em Jundiaí e joguei no Japão cinco anos, o que me ajudou a ter uma cultura e um pensamento diferentes”, disse. “Passei em várias funções e isso foi me dando uma experiência para lidar exatamente com a função que terei aqui, de cuidar de todo o desenvolvimento dos processos”.

Começo como dirigente e período de auxiliar com Zetti

O início da carreira fora das quatro linhas foi no Paulista de Jundiaí e por lá ficou de 1996 até 2004 como faz tudo, sendo gerente, coordenador e até mesmo treinador. Teve passagem rápida pelo Fortaleza e São Caetano como auxiliar técnico, times comandados pelo ex-goleiro Zetti, que iniciou bem sua carreira de técnico.

Depois seguiu mesmo como gerente de base, e foi assim no Athlético Paranaense de 2005 até 2007. Em 2010-11 passou pelo Palmeiras, também nas categorias de base, depois passagem rápida pelo Grêmio, ambas sem tanta expressão.

CONFIRA ⇒ Vice do Casares cita ‘cinco anos sem vice-presidente’ no clube

Atualidade

Mas em 2012 até 2018 trabalhou fortemente nas categorias de base do Flamengo, conquistou as Copinhas de 2016 e 2018, esta segunda em cima do São Paulo no Pacaembu. E teve frutos com revelações Vinícius Junior, Paquetá, Reinier e Léo Duarte que geraram mais de 500 milhões de reais ao clube.

De 2019 até 2020 trabalhou na base do Internacional, e venceu a Copinha de 2020 em cima do rival Grêmio. Mas acabou deixando o clube para o retorno em um projeto no Athlético Paranaense e era o responsável por dois núcleos Desenvolvimento TécnicoMetodológico e o núcleo de Performance e Saúde Esportiva.

Quis o destino que Marcos Biasotto retornasse para o Morumbi, agora como um diretor-executivo de base e ficará responsável por todas as categorias do clube. Sobre o coordenador Pedro Smania, ainda não tem confirmação, mas a expectativa é que continue no clube.

Facebook: @SPFC24Horas | Instagram: @spfc24horas | Twitter: @spfc24horas_

Fábio Martins

Fábio Martins

Formado em jornalismo, ADM do SPFC 24 Horas desde 2012 e principal responsável pelo site e redes sociais desde 2014. Twitter: @fbiomartins1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.