Miscelâneas

Estamos vivendo tempos difíceis de quarentena.

O isolamento social é uma realidade em todo o mundo.

Para lidar com esta situação é preciso cuidar da saúde mental também.

Esse período de quarentena por pandemia de coronavírus pode contribuir para agravar ainda mais o cenário, desencadeando um estado de estresse e ansiedade permanentes que podem fragilizar o sistema imunológico e enfraquecer o equilíbrio mental.

O isolamento pode ser angustiante por diversos motivos, que vão desde o medo de contrair a doença até as perdas financeiras.

Procure aproveitar seu tempo.

Leia, veja filmes, faça artesanato ou jardinagem, brinque com seus pets.

Aproveite as redes sociais para manter contato com seus familiares, seus amigos e colegas de trabalho.

O contato pessoal não é possível, mas ligações e videochamadas podem facilitar as relações e amenizar os impactos da distância.

Além disso, é possível encontrar filmes, séries, livros.

Não se concentre demais em notícias da pandemia. E quando fizer procure canais isentos de pender para um lado ou outro do que é certo.

Somos humanos e somos frágeis.

Como dizem: “A vida é um sopro”.

Coisas de Brasil

Você tem o direito de ler a íntegra do texto sobre o coronavírus que o Centro de Estudos Estratégicos do Exército publicou em sua página e que, puf!!!, desapareceu como num passe de mágica. O pequeno estudo faz a defesa, com todas as letras, da quarentena nessa fase de expansão do vírus no país, o que, como sabemos, contraria a opinião pessoal do presidente da República — embora, note-se, em documentos oficiais, a Advocacia Geral da União afirme ser essa também a posição do governo.

Preste atenção em você e nos seus sentimentos. Cuidar de si mesmo e da sanidade incluem atividades que te ajudem a relaxar (ler livros, assistir um filme, resgatar um hobby antigo ou encontrar um novo, procurar cursos online…), se exercitar regularmente, manter uma rotina de sono e se alimentar de forma saudável.

Separei dois textos de OSHO para reflexão de todos.

Texto 1

Desafios

A vida só é possível através dos desafios.

A vida só é possível quando você tem

tanto o bom tempo quanto o mau tempo,

quando tem prazer e dor;

quando tem inverno e verão, dia e noite;

quando tem tristeza tanto quanto felicidade,

desconforto tanto quanto conforto.

A vida passa entre essas duas polaridades.

Movendo-se entre essas duas polaridades,

você aprende a se equilibrar.

Entre essas duas asas,

você aprende a voar até a estrela mais brilhante.

Texto 2

O rio passa ao lado de uma árvore, cumprimenta-a, alimenta-a, dá-lhe água…

e vai em frente, dançando. Ele não se prende à árvore.

A árvore deixa cair suas flores sobre o rio em profunda gratidão,

e o rio segue em frente. O vento chega, dança ao redor da árvore e segue em frente.

E a árvore empresta o seu perfume ao vento… Se a humanidade crescesse,

amadurecesse, essa seria a maneira de amar.

Primeiro Mundial

A TV Bandeirantes nos deu o privilégio de rever a final de 1992.

Como somos tricolores, garanto que você gritou gooool nos 2 lances e que quase chorou ao ver Raí indo ao encontro de Telê Santana, para abraça-lo.

Sorriu, chorou, gritou, se emocionou e matou as saudades de um esquadrão que encantou o mundo naquele ano e no posterior. Não esquecendo que em terras espanholas, batemos também o Real Madrid.

Não Soberania, mas Supremacia tricolor naqueles anos contra Barcelona e Milan.

Assim foi posto o nome do clube e seu escudo no Panteão dos Maiores Clubes do Mundo.

(Foto: @saopaulofc)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.