Rogério Ceni diz que manteria Diniz e ‘brinca’ sobre Muricy: “Será próximo diretor do SPFC”

(Reprodução SporTV)

O técnico do Fortaleza, Rogério Ceni, é um grande ídolo são-paulino e na próxima quarta (14) teremos Fortaleza contra São Paulo no primeiro jogo das oitavas de final da Copa do Brasil no Castelão.

Antes, Rogério Ceni participou do Bem Amigos e falou sobre temas envolvendo o clube são-paulino como Fernando Diniz, e brincou sobre o futuro de Muricy Ramalho.

Avaliando Fernando Diniz, na qual nutre um respeito, Rogério Ceni disse: “A minha opinião, eu prosseguiria com o trabalho com o Fernando Diniz no ano que vem. Você nota a evolução, você já viu nos dois últimos jogos. É um time que joga com muita posse de bola, sai tocando. Eu acho que só o tempo vai fazer com que um treinador tenha sucesso. Eu, se fosse um dos candidatos, manteria o trabalho do Diniz para o próximo ano.

E ainda prosseguiu sobre o atual treinador são-paulino que será seu próximo adversário: (Manteria) porque o trabalho é bom e só o tempo pode extrair o máximo do treinador. A prova disso tudo é a gente aqui. Com o passar do tempo, conseguimos jogar um futebol melhor.

Sobre Muricy Ramalho, Rogério Ceni falou em tom de brincadeira: “Vai ser o próximo diretor técnico do São Paulo”. Será somente brincadeira? Muricy é realmente cotado para assumir a diretoria do time na próxima gestão, assim como Rogério Ceni será cotado para treinador.

Com o São Paulo de próximo adversário na Copa do Brasil e com histórico de três derrotas enfrentando o clube são-paulino, Rogério Ceni falou: Hoje, sou Fortaleza. Tenho um carinho grande pelo São Paulo, isso ninguém vai tirar, mas quero vencer. O favoritismo é do São Paulo. A diferença de investimento e estrutura é muito grande. Primeiro, o duelo é entre São Paulo e Fortaleza. Coincidentemente, eu sou o técnico do Fortaleza. Segundo, é natural que o São Paulo tenha vencido o Fortaleza comigo como treinador. São clubes com momentos diferentes e histórias diferentes.

Falou sobre o favoritismo no duelo das oitavas de final: O favoritismo é do São Paulo. Se eu jogasse no São Paulo, teria a certeza de que o favoritismo é do São Paulo. Como treinador do Fortleza, tenho consciência.

Por fim, Rogério Ceni negou rivalidade com o São Paulo por conta do Leco na qual teve problemas na passagem como técnico em 2017: O presidente não entra em campo. Os jogadores que entram. São ótimos jogadores. E um baita treinador. Neste caso, não há rivalidade, nada com relação a isso.

Fábio Martins

Formado em jornalismo, ADM do SPFC 24 Horas desde 2012 e principal responsável pelo site e redes sociais desde 2014. Twitter: @fbiomartins1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: