Qual será o verdadeiro São Paulo?

Fala, nação tricolor!

Finalmente um inicio de semana mais tranquilo para todos, pelo menos até a quarta-feira 19:15 da noite. O torcedor são paulino ainda não tinha iniciado uma semana tão bem em 2019, e como demorou pra isso acontecer. Após o péssimo jogo contra o São Caetano na rodada de meio de semana onde o Tricolor conseguiu a classificação, os jogadores saíram de campo falando em novo campeonato, atitude diferente.

Vagner Mancini surpreendeu a todos e promoveu algumas alterações no time, até o treinador adversário confirmou que não esperava as alterações e o estilo de jogo do São Paulo, ponto pra Mancini, que até o jogo anterior, mesmo com a ajuda do Cuca não vinha desempenhando um bom papel a frente do comando da equipe.

Foto: Divulgação/SPFC

O retorno de Lizieiro ao meio campo tricolor fez todo o diferencial para a melhora da equipe. Com Hudson deslocado para a lateral direita, dando mais liberdade para Antony no ataque, o São Paulo tinha uma excelente saída de bola, com velocidade e qualidade no passe, coisa que não acontecia antes do retorno do volante.

Com reforço defensivo, um meio campo leve e uma tarde inspirada do garoto Igor Gomes, o time do Morumbi fez o melhor jogo do ano até aqui. Aquela conversa de que seria um novo campeonato, com uma nova atitude, não ficou apenas no discurso e foi colocado em prática por treinador e jogadores.

Só que gato escaldado tem medo de água fria e, junto com o excelente desempenho do último domingo, vieram também os questionamentos: qual será o verdadeiro São Paulo? Será que a partida do último domingo será a regra ou a exceção? E se passar, conseguirá finalmente ganhar um clássico na próxima fase?

Será que o time voltará a ser aquela equipe sem brilho, sem vontade, acomodada e que não se preocupa com eliminações? Qual será o verdadeiro São Paulo? O de domingo ou o de toda a temporada até aqui?

A única certeza que temos é que todos nós gostamos muito do que vimos e que isso é o que esperamos sempre do nosso Tricolor: atitude, raça, determinação, vontade de ganhar o jogo.

“No dia que tu não existir, eu não quero sorrir nunca mais”

 

@JoãoIgorLucena

 

João Igor Lucena

São Paulino completamente apaixonado, colaborador do spfc24horas!!! "No dia que tu não existir, eu não quero sorrir nunca mais"

Deixe um comentário