Notas: São Paulo 2×0 Rentistas | 2ª Rodada – Libertadores 2021

Com até certa facilidade, São Paulo garante a oitava vitória consecutiva e vai com tudo para o Majestoso do próximo domingo

Reinaldo comemorando o segundo gol do São Paulo. Foto: Mauricio Rummens

Na primeira noite de Libertadores no Morumbi, o São Paulo fez a lição de casa e venceu o Rentistas pelo placar de 2 a 0, com gols de Pablo e Reinaldo, de penalti. Com a vitória, o São Paulo segue na liderança do Grupo E com 6 pontos, enquanto o clube uruguaio termina a rodada na terceira posição com apenas 1 ponto, além de aumentar a invencibilidade de vitórias, que agora são 8 consecutivas.

A etapa inicial foi um jogo equilibrado, com muitas oportunidades pelo lado do São Paulo e com passe de bola chegando a 74%, criou as melhores chances criadas pelo clube paulista. Após algumas chances perigosas, Daniel Alves deu um belo passe para Pablo, que cara a cara com o goleiro Rossi abriu o placar no Cicero Pompeu de Toledo.

Já os 45 minutos finais tiveram como melhores chegadas do Tricolor foram aos 14 minutos do segundo tempo, quando Benitez chutou com a perna esquerda e o goleiro uruguaio fez uma bela defesa; e aos 33 minutos, Rojas sozinho tocou a bola alto e saiu, mas já tinha sido marcada falta no goleiro Rossi.  Aos 29 minutos, o Rentistas teve uma falta na entrada da grande área que assustou o torcedor, já que Volpi espalmou para o meio da área e o rebote passou muito perto do gol.

No início do segundo tempo, o ala esquerda Acosta pisou no pé de Daniel Alves, e como já tinha cartão amarelo, foi para os vestiários mais cedo. Com um jogador a menos, o Rentistas não conseguia criar nenhuma oportunidade que assustou o goleiro Tiago Volpi, enquanto o São Paulo pressionou em busca do segundo gol, que aconteceu já na reta final do confronto. Aos 43 minutos, após voleio de Igor Gomes que bateu no braço do jogador do Rentistas, o juiz marcou penalti, que Reinaldo cobrou muito bem no outro canto de Rossi, dando números finais ao duelo.

O próximo confronto Tricolor é no próximo domingo, contra o Corinthians na NeoQuimica Arena, em horário ainda não definido pela Federação Paulista de Futebol. Nesse duelo, o São Paulo entra com a missão de derrubar o tabu no estádio do rival, além de garantir a melhor campanha geral da primeira fase do Campeonato Paulista.

NOTAS:

Tiago Volpi: Não comprometeu no resultado, e nem chegou a sujar as vestes. Nota 5,5

Arboleda: Teve alguns erros que quase comprometeram o resultado, mas foi bem seguro durante o jogo. Nota 5,5

Bruno Alves: Errou absolutamente tudo que tentou. Péssima partida do zagueiro Tricolor. Nota 3,5

Miranda: Seguro demais, fez uma grande partida e vai brigar pela titularidade. Nota 7

Daniel Alves: Boa partida, encontrou sua posição e vem tendo ótimo desempenho. Além disso, causou a expulsão de Acosta. Nota 6,5

Reinaldo: Fez o gol de penalti, mas bem discreto. Como sempre, levou cartão amarelo. Nota 6

Luan: Bem discreto durante o jogo, irrelevante no resultado. Nota 5

Liziero: Boa partida, indo e voltando e mostrando que voltou depois da lesão com vontade de jogar. Nota 6,5

Benitez: Teve três boas oportunidades, assustando os uruguaios e saiu mais por cansaço. Nota 7

Luciano: Perdeu um gol feito no primeiro tempo, mas se redimiu com a assistência no gol de Pablo. No mais, partida bem mediana, participando bastante do jogo. Nota 6

Pablo: Fez o gol, tentou bicicleta, deu chapéu, fez tudo que tem direito… Boa partida! Nota 8

Rojas, Vitor Bueno, William e Igor Gomes: Pouco tempo de jogo para os 4. S/N

Crespo: Sem contar a substituição do Pablo por Vitor Bueno, fez o de sempre. SÃO 8 VITÓRIAS COM ELE, MEU AMIGO! Nota 8

Bola Cheia: Com mérito, Pablo fez uma grande partida hoje e surpreendeu a todos. Saiu para a entrada de Vitor Bueno, que pouco fez no jogo. Que seja assim no Majestoso!

Bola Murcha: Já não é de hoje que Bruno Alves vem fazendo partidas fracas, e até agora não dá para entender o motivo. Se Miranda se tornar titular no time, Bruno vai brigar com Léo pela vaga entre os 11.

 

Vamos que vamos. Domingo tem Majestoso e VAMOS, SÃO PAULO!

Obs: essas notas foram feitas junto com Adriano Carvalho e Patrick Rehder.

 

Christopher Henrique

@oChrisHenrique

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.