Notas: Internacional 1 x 1 São Paulo | 12ª Rodada – Brasileirão 2020

Bom dia, boa tarde e boa noite Nação Tricolor.

Foto: Pedro Tesch/Estadão

A partida era decisiva e podia deixar o São Paulo equiparado ao líder, Atlético-MG, mas acabou num empate amargo por 1 a 1. O confronto aconteceu no Beira-Rio, em Porto Alegre.

O Tricolor iniciou a partida indo para cima do Inter e tentando jogadas verticais, mas insistiu na saída de bola na defesa e quase tomou o primeiro gol numa falha de Daniel Alves, que errou um passe na intermediária. Poucos minutos depois, Moisés acertou cruzamento e Thiago Galhardo subiu sozinho para marcar, num erro de Léo. A vantagem colorada, no entanto, não durou muito tempo. Em cobrança de falta de Reinaldo, Pablo desviou a bola e Luciano marcou! O primeiro tempo não contou com nenhum outro lance decisivo e se acabou no 1 a 1.

No segundo tempo, o São Paulo dominou solenemente a partida. A equipe chegou muito ao ataque mas errou os passes decisivos. Apesar dos erros, nos minutos iniciais da segunda etapa, Diego e Tchê Tchê finalizaram bem (Diego numa cabeçada e Tchê Tchê numa boa jogada de Luciano), mas pararam em Marcelo Lomba. O São Paulo chegou mais algumas vezes com Igor Vinícius, Igor Gomes e quase marcou no final com uma cabeçada impecável de Daniel Alves.

Notas –

Volpi – Seguro no gol. Fez defesa importante para que o São Paulo não sofresse a derrota. 6.5

Reinaldo – Errou tudo que tentou, mais uma partida horrível do lateral-esquerdo. 4.0

Léo – Falhou na marcação do gol colorado, mas fez uma boa partida no geral. 6.0

Diego – Fez uma boa partida, também, mas poderia ser mais aproveitado se jogasse de primeiro volante. 6.0

Igor Vinícius – Mal no primeiro tempo e bem no segundo. Não desempenhou seu melhor futebol. 5.5

Tchê Tchê – Fez, talvez, sua melhor partida pós-pandemia. Desempenhou muito bem seu papel tático. 6.5

Daniel Alves – Não foi tão bem mas mesmo sem ritmo, e com o braço machucado, atua melhor que Hernanes. 6.0

Igor Gomes – Foi muito bem. Está recuperando seu bom futebol, precisa de paciência, e foi importante para a equipe. Quase marcou um gol no último segundo. 7.0

Gabriel Sara – Sem nota.

Luciano – O melhor jogador do time, chamou a responsabilidade pra si e honrou, mais uma vez, a camisa tricolor. 9.0

Pablo – Do arrocha. 1.0

Brenner – Foi razoável, não fez nada demais mas se movimentou bem. 6.0

Trellez – Sem Nota.

Paulinho Bóia – Apesar da pouca idade, merece a titularidade. É o único jogador de velocidade do São Paulo e tem coragem de arriscar passes difíceis e chutes perigosos. 6.5

Hernanes – Deu um chute ao gol que não concedeu perigo ao Internacional e cumpriu seu papel tático. 6.0

Vitor Bueno – Sem Nota.

Fernando Diniz – Aumentou a ofensividade do time e, dessa vez, mexeu no tempo certo. 7.0

Nota Geral – Quem conseguiu fazer alguma coisa, foi bem, mas falta qualidade ao time que pode sim vencer o River Plate. 7.0

Bola Cheia –

Igor Gomes – Está voltando a desempenhar seu bom futebol e demonstrando vontade de vencer e tentar algo.

Tática – O time se mostrou ofensivo, novamente.

Diniz – Mexeu no tempo certo e buscou deixar o time mais ofensivo, como pode.

Bola Murcha –

Qualidade técnica – O time não tem qualidade técnica e isso ficou claro com as mudanças no time. Muitos jogadores estão abaixo do nível esperado do São Paulo.

Físico – Faltou parte física ao time que perdeu MUITO o ritmo, no segundo tempo.

Pablo Araújo – @pabliiinh

Pablo Araujo

15 Anos. Amante de futebol e hater de retrancas (exceto quando gera algum título para o São Paulo).

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.