Notas: Goianiense 2×1 São Paulo – Brasileirão 2020 | 33ª rodada

Boa noite, nação Tricolor (na medida do possível, é claro). 

(Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

Na tarde deste domingo (31) o Tricolor visitou o Atlético Goianiense pela 33ª rodada do campeonato brasileiro e nos proporcionou mais um vexame. 

Em um primeiro tempo fraco, o São Paulo se mostrou mais uma vez previsível, fraco  e um time sem repertório, que esbanja posse de bola inútil e inofensiva. Não diferente dos últimos jogos, o são-paulino viu seu time se arrastando em campo e errando diversas vezes a saída de bola “estilo europeia” treinada por Fernando Diniz. Não demorou muito para o time goiano abrir o placar em uma jogada de bola parada. Durante os 45’ iniciais, o Tricolor não conseguiu ser efetivo, principalmente no jogo coletivo proposto pelo treinador, e teve seu gol de empate em uma jogada trabalhada por Igor Gomes e na insistência de Reinaldo. Golaço. Porém, mais uma vez, se não fosse pela pipocada dos atacantes adversários e por algumas defesas de Volpi, iríamos para o intervalo perdendo. 

Já no segundo tempo, o primeiro erro veio no começo: Vitor Bueno após receber ótimo cruzamento, recuou a bola para o goleiro Jean. Primeira chance perdida do camisa 12, que cabeceou uma bola no travessão minutos depois. Não demorou muito para que o que muitos já esperavam se confirmasse: passe errado, contra-ataque puxado e gol do Goianiense. 

O SPFC virou um time previsível, que os adversários aprenderam a enfrentar e neutralizar. Porém, o moderno e lotado de repertório Fernando Diniz ainda não conseguiu encontrar uma forma de resolver isso. Mais um jogo sem vitória em 2021, mais um vexame pra conta e a chance de sair da fila jogada no ralo. É necessário mudar, e a mudança deve começar por onde todos já imaginam. 

-Notas

Volpi: Se não fosse por ele,o vexame seria ainda maior. Não teve muita culpa nos gols. 5.0

Juanfran: Partida tranquila do espanhol, não prejudicou, e mostra que o Igor Vinicius é um péssimo jogador. Pelo menos por enquanto. 5.0

Arboleda: Defende sozinho, arma o time e faz tudo. Não fosse por ele, o vexame era também maior. 6,0

Bruno Alves: Partida tímida, fez faltas bobas. 4,5

Reinaldo: Autor do golaço que diminuiu o vexame. Não se omite e tenta e dá a cara a tapa. Merece a faixa de capitão 7

Luan: Único meio campista que ainda faz falta quando ficou fora. Ótimo jogador, mas o treineiro prefere tirá-lo e deixar Daniel em campo. 6

Dani Alves: Péssimo. Mais uma partida horrorosa, acha que tudo que fizer vai acertar. Displicente e omisso. Entregue a faixa para o Reinaldo e sente um pouco no banco. 2

Sara: Péssimo, sumido em campo e pouco acrescentou. Segue aéreo nesta última sequência de partidas. 4

Igor Gomes: Deu assistência para o gol, mas muito displicente e aéreo. Lance onde Luciano esperneou para sua passagem e ele andou em campo diz muito sobre esse time. 4

Luciano: Lutou, se mostrou indignado, foi o Luciano de sempre. Quase anotou um gol, tem muito crédito. 6

Brenner: Nulo na primeira etapa, ficou sumido também na segunda. Precisa voltar a jogar bola. 4

Vitor Bueno: Entrou na pegada Bueno de sempre. Perdeu dois gols que poderiam ter dado a vitória a equipe. Técnico, mas morto. 4

Pablo: Entrou, se esforçou, mas pouco ajudou. Marcou mais do que atacou. Diniz, o Pablo é volante? 5

Tchê Tchê: Entrou mal, fez a de primeiro volante e pouco ajudou. 4

Igor Vinicius: Que péssimo lateral. Ainda tem muito a melhorar e pode evoluir, mas hoje, é triste vê-lo em campo. 4

Toró: Pouco fez. Sem nota. 

Fraco, sem repertório e previsível. Fernando Diniz. Daniel não pode ser substituído? -sem nota

Nota geral: Péssimo, previsível e inofensivo  Sem repertório. 4,5

Bola cheia:

Arboleda: Único atuando em bom nível junto com Luciano;

Luciano: Precisamos de 11 Lucianos em campo

Bola Murcha:

Desempenho e entrega: Extremamente apático em campo, e fraquíssimo tecnicamente durante os dois tempos da partida, o SPFC não fez por onde merecer vencer o jogo

Sistema manjado: Já aprenderam a neutralizar esse esquema. Vai seguir assim?

Abraços

Murilo Zanardi

One thought on “Notas: Goianiense 2×1 São Paulo – Brasileirão 2020 | 33ª rodada

  • 1 de fevereiro de 2021 em 08:30
    Permalink

    Esse treinador ta de gozação Só porque ganhou a libertadores, com esse mesmo tempo que o diniz teve pelo menos um título teríamos com o Aguirre pode te certeza, isso vai pra conta do Raí.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: