Nene quase entra no vestiário do Vasco, fala sobre reencontro, e diz sobre ano: “É normal ter essa frustração por não termos conquistado nada neste ano”

(Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

O meia Nene não quis conversar com a imprensa na saída do gramado do São Januário, mas na zona mista conversou com os jornalistas e falou sobre o fato de ter sido vaiado durante o reencontro o Vasco da Gama.

É coisa do momento deles. Eles precisavam da vitória. Eu ouço muita coisa positiva, mas no jogo não tem como. Eles têm que torcer para o time deles. É normal, não fico chateado por causa disso, não”, disse o camisa 10.

Longe de viver a boa fase que teve no meio do ano, Nene relatou a frustração pela queda de rendimento, mas ao mesmo tempo comemorou a campanha do time: “Demonstramos que brigamos de igual para igual com qualquer time. Estivemos na primeira colocação, mas infelizmente perdemos essa chance. Num todo (o ano) é positivo porque precisávamos voltar à Libertadores, mas é frustrante pelo que estávamos apresentando no primeiro turno. É normal ter essa frustração por não termos conquistado nada neste ano”.

Um empate colocaria o São Paulo no G-4, não aconteceu, e a situação complicou, o camisa 10 avaliou: “De qualquer maneira, vai ser difícil. A gente está jogando por uma vaga direta na Libertadores, que é fundamental para o clube, até em termos financeiros. Tem a dificuldade em termos do que eles estão vivendo. É complicado, mas não está mais difícil por causa disso. Todos os jogos estão sendo difíceis, temos de saber que nada vai ser fácil”.

O próximo jogo do São Paulo será contra o Sport Recife às 20 horas desta segunda-feira (26) no Estádio do Morumbi, clube pernambucano que retornou para a zona de rebaixamento após perder confronto direto na 36ª rodada.

Fábio Martins

Formado em jornalismo, ADM do SPFC 24 Horas desde 2012 e principal responsável pelo site e redes sociais desde 2014. Twitter: @fbiomartins1

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.