Lá e cá: A emoção de uma decisão!

O sorriso…da vitória

Rói, rói unha, unha já era, agora já estou chegando no ponto de autocanibalismo!
Ataque de cá, ataque de lá.
Porquinhos de mel da abelha… Acham que tem dinheiro e mandam em tudo e todos.

Dona Crefisa se acha, né Leiloca! Dinheiro não é tudo. Só ajuda.

Garra neles, garra celeste, a Argentina é alvi-celeste, né.
Bola na lateral, Dani acha Benítez na entrada da área, ele olha, capricha e chuta no ângulo. Golaaaaço! É gol do Tricolor!

Canto:
Dentre os grandes és o primeiro
Tu és forte, tu és grande
Dentre os grandes és o primeiro…

Termina a bagaça. Ufaaa.

Ah, intervalo.
Mais ansiedade.
Será que vai um Rivotril aí?
Porra, 11 minutos e não voltaram. E o relógio mata…a gente, tictac, tictac, 12 minutos, ô senhor juiz dá um jeito nisso.

Começa la peleja, ataque dos periquitos de araque, salseiro na área, bate-rebate que bate e gol… Haja palavrão… já falei todos e são tão poucos pra tanta vontade! 1×1
Bola pra lá, bola pra cá…

Azia do sanduíche do intervalo, também com overdose de adrenalina!
Não sei o que tá pior, o excesso de palavrões ou excesso de 3 pontos e de pontos de exclamação. Sendo assim, a ortografia morreu e não contaram pra mim.

Ataque lá, ataque cá; Ataque lá, ataque cá.
Troca envolvente, bola pro Reinaldo- lateralzinho de quinta- cruza na cabeça de Miranda e…e… Goooooollllll.
É gol de Miranda!!! É Kingnaldo pra seleção. Melhor lateral do país! Nunca critiquei, jamais! Foi um cruzamento milimétrico, como se tivesse colocado com as mãos.

E o tempo passa, quase não tô nervosa, quase nada, nadica de nada.
O juiz apita, fim de jogo. Meia agonia, só falta o segundo jogo. Haja coração!

O choro…da derrota

Rói, rói unha, unha já era, agora já estou chegando no ponto de autocanibalismo!
Ataque de cá, ataque de lá.
O Portuga menos, fica enchendo a paciência. Gajo volta pra Lisboa. Roda, roda, viva, vira roda… Roberto Leal se vira no túmulo.

Bola na lateral, é alçada, quiproquó, bate-rebate que bate e sobra, esse jogador fantasiado de couve chuta e faz. 0x1!

Termina a bagaça. Ufaaa.
Ah, intervalo.
Mais ansiedade.
Será que vai um Rivotril aí?
Os 11 minutos e não voltaram. E o relógio mata…a gente, tic-tac, tic-tac, 12 minutos, ô senhor juiz dá um jeito nisso.

Começa, ataque deles, salseiro na área, ufa, chutaram pra frente… Haja palavrão… Já falei todos do Aurélio, do Miguel e de todos os outros dicionários e são tão poucos, pra tanta vontade de xingar!

Oh juiz presta atenção, não deu a falta… vai apitar na várzea.
Bola pra lá, bola pra cá…
A comida não desce, então não dá nem pra comer, afinal estamos perdendo, mas vamos São Paulo!
Não sei o que tá pior, o excesso de palavrões ou excesso de 3 pontos e de pontos de exclamação. A ortografia morreu e não contaram pra mim.
Ataque lá, ataque cá; Ataque lá, ataque cá.
Troca envolvente, bola pro Pablo, que chuta e bate na rede pelo lado de fora. Pablo cabeludo e zarolho!!!

O juiz apita, fim de jogo. Meia agonia, só falta o segundo jogo. Haja coração!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.