Final paulista na Libertadores e boa fase do Corinthians aumentam pressão do São Paulo no Brasileirão

São Paulo pode perder a liderança do Brasileirão na próxima rodada (Foto: Estadão Conteúdo/Divulgação)

O São Paulo passa por sérios maus-bocados nas últimas rodadas do Brasileirão. Há poucas rodadas atrás, abriu sete pontos de diferença para o segundo colocado na tabela, e tendo oportunidade de aumentar essa distância para dez pontos. Mas, de uma semana a outra, o clima mudou.

O time de Fernando Diniz começou a ter desempenhos preocupantes após a eliminação para o Grêmio na semifinal da Copa do Brasil. De lá até agora, o Tricolor não venceu mais. São três jogos (contando o empate do jogo de volta da Copa). Pelo Brasileirão, a última vitória veio no dia 27 de dezembro, sobre o Fluminense. Em 2021, já são duas rodadas disputadas e duas derrotas, para Red Bull Bragantino e Santos (reserva). Nenhum ponto somado. Dois gols marcados e cinco sofridos.

E a pressão no Morumbi tende a aumentar mais, visto os acontecimentos dos últimos dias. Após a confirmação de Palmeiras e Santos na final da Libertadores, as redes sociais foram palco de enormes discussões entre torcedores do São Paulo que exploravam o trabalho dos rivais. Abel Ferreira, recém chegado ao alviverde, e que precisou de poucos meses para mudar o jogo de seus comandados, e Cuca, que se demitiu do São Paulo em 2019 alegando não ter mais condições de extrair algo do time, que é quase o mesmo que trabalha com Diniz atualmente.

Os torcedores abordaram questões sobre como Abel mudou o Palmeiras sem muito tempo de trabalho, e como Cuca levou o Santos até a decisão do certame continental sem poder contratar jogadores, com presidente impichado, e com elenco recheado de jogadores da base. Muitos torcedores entendem que Diniz e o time do São Paulo teriam condição de serem mais competitivos do que atualmente, usando os rivais como exemplo.

Outro acontecimento no futebol paulista que chama atenção, é a campanha de recuperação do Corinthians no Brasileirão. Os comandados de Vagner Mancini (que deixou o São Paulo também em 2019), vem de quatro vitórias nos últimos 5 jogos, e se consolidou na briga por vaga na próxima Libertadores. Uma campanha que está chamando atenção de muitas pessoas e que tem grande chance de disputar o maior torneio do continente em 2021.

Neste momento, o São Paulo apresenta um desempenho inferior ao de todos os seus rivais, e os feitos deles nos últimos dias vai naturalmente aumentar a pressão no Morumbi para a conquista do Brasileirão. Dependendo de uma combinação de resultados, o Tricolor pode perder a liderança já na próxima rodada. Portanto, a atenção terá que se redobrar e a união será mais do que fundamental.

Caio Felix
caiofelixjornalista@outlook.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.