Fabinho pode sair de graça do São Paulo

Foto: Thiago Calil

O contrato de Fabinho com o São Paulo se encerra neste mês. O meia recusou propostas de renovação feitas pelo tricolor. De acordo com o jornalista Jorge Nicola, o jogador de 20 anos recebeu propostas do Brugge e Anderlecht (times da Bélgica), uma do futebol italiano e outra do Japão. Seu valor atual de mercado, segundo o Transfermarkt, é de 301 mil reais.

Fabio Augusto Luciano da Silva, conhecido como Fabinho, disputou somente duas partidas pelo profissional do São Paulo. Uma foi na derrota contra o Internacional pelo Campeonato Brasileiro de 2019. Já a outra atuação foi pelo Campeonato Paulista deste ano, no jogo diante o Botafogo de Ribeirão Preto.

A joia tricolor, natural de São José dos Campos, atua pela base do clube desde o ano de 2014, com apenas quatorze anos de idade. Desde lá vem tendo belas atuações e conquistando 12 títulos em seis anos. Pelo sub-20, o meia conquistou a Super Copa do Brasil Sub-20 e a Copa São Paulo de Futebol Junior. Na conquista da ‘’Copinha’’, o jogador foi fundamental, marcando quatro gols.

Seu irmão também é jogador de futebol. Se trata do atacante Luiz Phellype, de 26 anos, e atacante do Sporting, de Portugal. Luiz, ao contrário do irmão, iniciou sua carreira no Desportivo Brasil.

Seria muito negativo ao clube, caso o jovem saísse de forma gratuita. Um jogador talentoso como o Fabinho, que vem como um ‘’papa-títulos’’ da base, não pode sair livre. É um pecado um jogador que fez sua vida através do clube, talentoso e com um belo currículo, sair gratuito para outros clubes.

Pedro Alamino (@spfc.eternamente)

Pedro Alamino

16 anos, cursando o Ensino Médio, com muita vontade de cursar algo dentro deste meio informativo e esportivo. Hoje, já atuando na área, está muito contente e persuadido que está no caminho certo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.