Em replay da semifinal do ano passado, São Paulo perde novamente para Franca e está eliminado do Campeonato Paulista

Foto: Fábio Pinto/ FPB Oficial

Nesse sábado (07), o São Paulo voltou ao ginásio Antônio Prado Jr. para enfrentar o Sesi Franca Basquete pela semifinal do Campeonato Paulista. Com a derrota por 100 a 92, os comandados de Cláudio Mortari estão eliminados da competição estadual.

1 QUARTO- 13 x 22

O jogo começou bastante disputado com ambas as equipes se estudando e aproveitando os erros defensivos para pontuar no início do jogo. Com os dois times mostrando bastante intensidade, o São Paulo iniciou o jogo cometendo alguns erros técnicos assim como o time francano. Realizando alguns erros de passe e de posicionamento o tricolor viu Franca crescer no jogo obrigando Mortari parar o jogo quando o placar apontava 13 a 16. Estando pouco inspirado no ataque, o time são-paulino parou na defesa do adversário e viu os principais jogadores francanos Lucas Dias, Fuzaro e André Góes fazer a diferença na parcial em uma corrida de 16 a 0

2 QUARTO- 25 x 25

O São Paulo começou o segundo período apostando na individualidade do seu pivô Lucas Mariano que levou vantagem encima do garrafão francano. Porém continuando com uma marcação ruim principalmente do perímetro, o tricolor sofreu com as bolas de três de André Goes e Marcio. Com pouco repertório de infiltrações o tricolor viu Franca se manter na frente do placar devido a uma forte defesa aplicada pelo time do interior. Tendo muita pouca inspiração em todos os fundamentos e com o adversário matando bolas até do estouro do cronômetro, o time são-paulino sucumbiu na defesa francana e em seus próprios erros defensivos, e fez seu pior primeiro tempo na competição e não conseguiu diminuir a vantagem no placar.

3 QUARTO– 16 x 27

O São Paulo não voltou na intensidade que precisava para diminuir a diferença no placar. Com a equipe não se encontrando na defesa, o intervalo pareceu não fazer nenhum efeito para o tricolor. Repetindo o filme dos dois períodos e demonstrando certa apatia para quem tinha que virar o jogo, a falta de comunicação defensiva e as cestas fáceis do adversário caracterizaram isso. Com apenas a atuação ofensiva de Lucas Mariano se salvando em relação as individualidades a equipe começou a se desesperar e selecionar mal os arremessos se complicando ainda mais na partida. Com apenas 14 pontos anotados no período e levando a cesta em praticamente todas as descidas francanas o time viu seu barco praticamente afundar nessa parcial.

4 QUARTO- 38 x 26

Voltando com outra postura desde o início do período, o São Paulo fez uma parcial espetacular obtendo uma melhora em todos os fundamentos. Tendo conseguido tirar a diferença para 4 pontos, viu a arbitragem roubar a cena marcando uma falta inexistente de Bennett em Fuzaro quando a equipe poderia diminuir a diferença para apenas dois. Destaque para a atitude e eficiência de Kenny Dawkins que ditou o ritmo da equipe nesse quarto.  Vendo praticamente Lucas Dias dizimar o seu destino na competição com uma bola de 3 em um momento que o time francano era pressionado, a equipe teve que apelar para parar o fogo com faltas, e não obteve sucesso devido ao bom aproveitamento do adversário nos lances livres.

DESTAQUES

Com praticamente nenhum destaque durante os 3 primeiros períodos, a equipe cresceu nas estatísticas somente na etapa final. Lucas Mariano com 26 pontos foi o principal cestinha da equipe, Georginho com 18, Bennett com 15 e Kenny Dawkins com 14 também pontuou acima dos dois dígitos. Pelo lado francano, todos os titulares pontuaram acima dos dois dígitos. Lucas Dias foi o maior pontuador com 24, Fuzaro anotou 18 pontos assim como Goes. Márcio fez 13,e o pivô Guilhermão pontuou 10 pontos.

Por Guilherme Mendes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: