Com polêmica no final, São Paulo perde para o Minas

São Paulo
João Pires/LNB

O São Paulo entrou em quadra na noite da última quinta-feira (25), para enfrentar a equipe do Minas, pela 5° rodada do segundo turno do Novo Basquete Brasil temporada 2020/2021, no Ginásio Poliesportivo Antônio Prado Júnior, Jardim Paulista, zona norte de São Paulo.

Ainda sem Isaac e Renan, infectados com covid-19 e com Georginho e Shamell tendo treinado muito pouco, o time foi de novo, na base da superação para um grande compromisso. Contra o vice-líder da competição, o Minas. Apesar de todas as adversidades, o São Paulo fez um excelente primeiro tempo e saiu para o intervalo com 11 pontos de vantagem.

No segundo tempo, o time cansou e as bolas de 3 do Minas começaram a cair. Mesmo assim, os comandados de Cláudio Mortari não desistiram e brigaram até o último segundo. A derrota veio com um game-winner do ala-pivô Queiroz.

Primeiro Período – São Paulo 24×23 Minas

O São Paulo começou mal, deixando o Minas abrir no placar. Mas teve paciência, encaixou a defesa e buscou a reação. Lucas Mariano já tava 12 pontos no quarto. Georginho entrou e conseguiu ser importante, mesmo que ainda visivelmente fora de forma.

Segundo Período – São Paulo 23×13 Minas

Foi o melhor quarto do São Paulo. Defesa reduziu a pontuação de Minas para 13 pontos e ainda foi dominante no ataque. Lucas Mariano, Georginho e Bennett foram os destaques puxando a pontuação da equipe. Coletivamente tudo funcionou bem.

Terceiro Período – São Paulo 19×27 Minas

O segundo tempo começou com o Minas abrindo vantagem, o tricolor demorou para entrar no jogo e assim, sua vantagem foi diminuindo. Poucos foram nossos destaques no quarto, já que a pontuação foi baixa. A defesa não conseguiu conter as bolas de 3 do Minas e se perdeu no ataque.

Quarto Período – São Paulo 24×29 Minas

Com a bola de Queiroz no estouro do cronometro, o São Paulo perdeu a partida por 92×90. Mesmo que tenha tido uma interferência clara do ala Gui Santos na bola decisiva, que a arbitragem não viu, o São Paulo foi na base da superação. Mesmo com os jogadores cansados, o time lutou e quase levou a partida para a prorrogação. Pagou um pouco pelo segundo tempo abaixo, mas é de se entender. Isaac e Renan fizeram falta. Gerson poderia ter aproveitado melhor a chance que teve. Mesmo assim, é possível ver que o São Paulo é um time muito forte que pode competir contra qualquer equipe. Venceu o Paulistano todo desfalcado e hoje quase venceu o Minas sem dois jogadores principais e com Shamell e Georginho fora de ritmo.

 

São Paulo
Marcos Limonti/Divulgação

 

Destaques

São Paulo: Lucas Mariano fez o carreer-high dele com 35 pontos e ainda 7 rebotes, sendo o grande nome do time na partida. Como tem jogado nosso pivô. Ele bate a maior pontuação da carreira dele, que tinha sido batida em 8 de fevereiro. Georginho mesmo baleado, marcou 19 pontos e ainda pegou mais 8 rebotes, além de quase ter levado o jogo para a prorrogação numa grande jogada. É diferente demais.

Minas: Gui Santos com 21 pontos, marcando seu carreer-high também e com seus 11 rebotes, foi um duplo-duplo. David Jackson marcou 19 pontos e foi muito importante para a vitória.

Próximo jogo

Com poucos dias de descanso, o São Paulo volta à quadra no próximo sábado, 27 de fevereiro, contra o Flamengo, às 16 horas, no Ginásio Poliesportivo Antônio Prado Júnior, pela 14° rodada do NBB edição 20/21 e conta com transmissão da TV Cultura e do Facebook.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.