Análise do adversário – Atlético Paranaense – 11ª Rodada

(Foto: Rodolfo Buhrer | La Imagem)

Neste sábado, 9 de junho, o São Paulo entra em campo pela 11ª rodada do Brasileirão 2018, e o adversário será o Atlético Paranaense na Arena da Baixada, local que o Tricolor Paulista nunca saiu vencedor.

Adversários da final da Copa Libertadores 2005, São Paulo e Atlético-PR já se enfrentaram em 60 jogos, sendo 20 vitórias do São Paulo, 21 empates e 19 vitórias do Atlético Paranaense.

Tanto o Atlético-PR quanto o seu treinador Fernando Diniz são velhos conhecidos do São Paulo, não somente pelo jogo recentemente pela Copa do Brasil, na qual a equipe paranaense se saiu melhor e garantiu a classificação para as oitavas após vencer em casa por 2 a 1, depois empataram em 2 a 2 no Morumbi. Fernando Diniz treinou o Audax naquela campanha inesperada no Paulistão 2016, nas quartas de final tirou o São Paulo de Bauza, já em 2017, o treinador acompanhou treinamentos no CT da Barra Funda devido a amizade com Dorival Júnior.

Acertado com o Guarani no começo de 2018, Fernando Diniz recebeu um convite do Atlético-PR, não hesitou, foi para o clube do Paraná que disputa o campeonato regional com uma equipe sub-23, dando mais tempo para treinar a equipe principal que só disputava jogos da Copa do Brasil, pois o trabalho começou promissor, foram 18 jogos invictos, porém na maioria dos jogos pelo Estadual com o time sub-23 e o técnico Thiago Nunes. Neste meio tempo, Fernando Diniz comandou o empate em 0 a 0 com o Caxias na primeira fase da Copa do Brasil, classificação, seguido da classificação de virada história contra o Tubarão, 5 a 4 com dois gols depois dos 90′, por fim a classificação sofrida contra o Ceará, dois empates e classificação nos pênaltis.

No geral, o Atlético-PR fez 35 jogos, venceu 15, empatou 12 e perdeu 8, foram 51 gols marcados e 29 sofridos. Foi campeão paranaense, está nas oitavas de final da Copa do Brasil, perdeu o jogo de ida em casa para o Cruzeiro, 2 a 1, de virada, está na segunda fase da Sul-Americana após eliminar o Newell’s Old Boys, venceu em casa por 3 a 0 e perdeu fora 2 a 1. Os números com Fernando Diniz no comando já não são animadores, apesar do começo com quatro classificações na Copa do Brasil, estreia com goleada de 5 a 1 sobre a Chapecoense no Brasileiro, empates com Grêmio, Bahia e São Paulo fora de casa, chegando a uma sequência de 10 jogos sem derrota, mas engatou uma sequência de derrotas, perdeu para Palmeiras, Newell’s, Atlético-MG, Cruzeiro e Fluminense, empatou o clássico com o Paraná, depois vitória sobre o Santos, porém mais duas derrotas para fechar, América-MG e Sport.

VEJA ⇒ Pré-jogo de São Paulo e Atlético Paranaense na Arena da Baixada