Rogério Ceni, técnico do São Paulo será julgado pelo STJD e pode pegar até 16 jogos de expulsão

Rogério Ceni, técnico do São Paulo será julgado pelo STJD em dois artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva na próxima sexta-feira (13), em virtude de sua expulsão no empate de 1 a 1 com o Red Bull Bragantino, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. O treinador pode pegar no total até 16 jogos de suspensão.

Rogério Ceni em Bragantino x São Paulo - Foto: Diogo Reis/ AGIF
Rogério Ceni em Bragantino x São Paulo – Foto: Diogo Reis/ AGIF

Ceni foi enquadrado no parágrafo 2º, inciso II, do artigo 258 (desrespeitar membros da equipe de arbitragem ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões) e no artigo 257 (participar de rixa, conflito ou tumulto durante a partida) após reclamar acintosamente com a arbitragem durante o confronto em Bragança Paulista.

A confusão deu início nos minutos finais da partida após Ceni criticar à atuação do quarto árbitro, Salim Fende Chávez, que foi quem pediu ao árbitro Bruno Arleu de Araújo, que ele fosse advertido.

“Por sair deliberadamente de sua área técnica, discordando e protestando com gestos na direção do 4º árbitro, sr. Salim Fende Chaves, proferindo as seguintes palavras: “Arbitragem caseira!”. Informo ainda que, após a expulsão, o mesmo ficou rodeando o 4º árbitro, ocasionando um tumulto, oferecendo resistência para sair do campo de jogo e somente se retirando após auxílio de integrantes de sua comissão técnica.” – Relatou Araújo, em súmula.

Em entrevista coletiva no estádio Nabi Abi Chedid, Rogério Ceni negou as acusações presentes na súmula da partida.

Somando as duas denúncias em que o STJD entendeu que Ceni às violou, a pena máxima pode chegar em até 16 jogos. No entanto, a defesa do São Paulo deve pedir apenas uma advertência, algo mais habitual nesses casos .

No confronto seguinte, diante do Santos, no Morumbi, o treinador cumpriu a suspensão pelo vermelho. O auxiliar Charles Hembert foi quem assumiu o comando da equipe, que venceu o duelo por 2 a 1.

Nesta quinta-feira, às 19h30, diante do Juventude, Ceni comandará normalmente o São Paulo pelo jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil. O jogo de ida terminou empatado por 2 a 2.

Larissa Ferraz

Jornalista em formação na Unifaat, falo de futebol feminino, São Paulo e algumas bobagens .

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.