Quem foi José Poy? O argentino que fez história no Tricolor Paulista

Quando falamos de goleiros que tiveram uma excelente passagem pelo São Paulo, de cara já nos vem o nome de Zetti e Rogério Ceni à cabeça, mas antes mesmo dos dois nascerem, José Poy já havia marcado época pelo time.

Tudo começou em um amistoso, no dia 30 de dezembro de 1945, quando o São Paulo empatou em 2 a 2 com o Rosário Central, time que José Poy jogava. A atuação foi tão inesquecível que permaneceu gravada na memória de Vicente Feola, membro da comissão técnica do São Paulo na época. Quase quatro anos depois, o mesmo goleiro argentino que pegou tudo em 45, desembarcou no Canindé para ali então começar a fazer história no Tricolor.

No entanto, o começo não foi lá tão fácil, o guarda-redes só foi se firmar na equipe titular após duas temporadas no clube, em 1950. Dali em diante nunca mais saiu. Foram 13 anos ininterruptos sendo o goleiro titular do São Paulo.

Com a camisa são-paulina, Poy fez história. Foram no total 525 partidas, sendo 298 vitórias, 108 empates e 119 derrotas. O goleiro marcou tanto no futebol brasileiro, que mesmo nascendo em território argentino, foi cogitado para defender a Seleção Brasileira na década de 50. Pelo São Paulo, conquistou quatro títulos Paulistas: 48, 49, 53 e 57. Vale ressaltar que, naquela época o Campeonato Paulista era o mais valioso.

Foto: Reprodução

Ainda como jogador, foi essencial na construção do estádio do Morumbi, sendo o garoto propaganda e vendendo títulos de cadeiras cativas para realizar o pagamento do que hoje é o nosso maior patrimônio.

José Poy se aposentou na temporada de 1962 para então se tornar treinador do Tricolor. Comandou o time diversas vezes, entre 1964 e 1982, tendo sido campeão paulista em 1975, vice-campeão nacional em 1971 e em 73, vice da Libertadores em 1974 e vice-paulista em 1982. Até os dias de hoje, o ídolo argentino permanece no top-3 técnicos que mais treinaram o São Paulo, com 422 partidas ao todo.

Além de troféu e medalhas, estabeleceu dois importantes recordes da história do São Paulo: a maior sequência invicta e o melhor sistema defensivo. De 13 de novembro de 1974 a 3 de agosto de 1975, o Tricolor permaneceu sem conhecer a derrota durante 47 jogos consecutivos. E no que se refere a defesa, o time armado por Poy é até hoje insuperável nesse quesito. Por três temporadas apresentou espetacular média de gols sofridos.

José Poy faleceu no ano de 1996, no dia oito de fevereiro, em São Paulo. Poy foi o goleiro que construiu a história do Tricolor. Hoje o nosso inesquecível goleiro completaria 94 anos de idade. Jamais será esquecido.

Segato

Jornalista em constante evolução.

Este post tem um comentário

  1. NORIVAL GODOY

    A história dos dois é maravilhosa honraram como ninguém a camisa do tricolor do Morumbi. O Poy tev e mais sucesso como treinador do São Paulo Tivemos outros grandes goleiros que defenderam nosso tricolor

Deixe um comentário