Notas – São Paulo 2 x 0 Botafogo-SP

Bom dia, boa tarde e boa noite Nação Tricolor.

São Paulo venceu mais uma. (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

No centésimo duelo entre São Paulo e Botafogo, a equipe são-paulina seguiu a história e venceu mais uma partida contra a equipe de Ribeirão Preto, 2 a 0 com gols de Diego Souza e Cueva.

A primeira etapa da partida parecia uma extensão do jogo contra o Madureira, ao menos por parte do São Paulo, já que o Botafogo-SP assustou algumas vezes, a primeira com apenas 2′ com bola no travessão, com 25′ nova bola na trave, e aos 41′ em jogada perigosa que finalizaram para fora, o São Paulo pouco respondia, raras tentativas do Nenê.

A crônica pós-jogo

Para o segundo tempo entrou o Cueva, e o panorama mudou, com apenas 5′ o peruano não participou, Nenê achou Reinaldo que cruzou para Diego Souza abrir o placar, 1 a 0 no Morumbi. Apesar do gol marcado, o São Paulo tomou alguns sustos, aos 10′ Sidão fez um milagre e aos 22′ fez uma defesa simples, mas em jogada perigosa do adversário… Aos 24′ novo susto, Sidão rebateu mal, e no rebote falta em cima do Rodrigo Caio, sorte. Pois aos 36′ Bruno Alves sofreu pênalti, Cueva foi para a cobrança e fez o 2 a 0. No fim da partida Diego Souza ainda quase fez o terceiro gol na partida, mas ficou no quase.

Notas –

Sidão – Apesar de algumas espalmadas esquisitas para frente, fez duas defesas cruciais para a manutenção do resultado, uma delas uma verdadeiro milagre. 7.0

Militão – Primeiro tempo abaixo do esperado, mas na segunda etapa ganhou praticamente todas as jogadas que disputou. 6.0

Bruno Alves – No geral fez uma ótima partida, ganhando todos os lances, só deu uma vacilada feia que quase gerou o gol do adversário, depois sofreu o pênalti… 6.5

Rodrigo Caio – Excelente partida do defensor são-paulino, sempre bem posicionado, bons cortes e foi bem na saída de bola, ou seja, impecável no jogo. 7.5

Reinaldo – A primeira etapa não foi muito boa, aparecendo no ataque, tentando alguns passes, mas sem sorte, no segundo tempo apareceu bem na linha de fundo e belo cruzamento para o gol, exagerou nos lançamentos estranhos, depois acabou sentindo fisicamente após um cruzamento ruim e foi substituído. 6.5

Jucilei – Começo do jogo não foi dos melhores, na segunda etapa melhorou e fez boas interceptações. 6.0

Petros – Má partida do volante são-paulino, primeiro tempo errou tudo que tentou, e no segundo mesmo que melhorando um pouco, não foi bem. 4.5

Nenê – Estreando no time, logo de titular, o meia foi participativo no primeiro tempo, mas acabou sendo vítima do adversário que buscou a falta em cima dele, mostrou qualidade técnica, mas ainda sem entrosamento, no segundo tempo cansou. 6.0

Marcos Guilherme – Não fez uma boa partida, faltou ousadia, partir para cima, pegava e tocava para trás, em uma delas vacilou feio e armou ataque do adversário… 5.0

Brenner – Atuação completamente apagada do atacante que atuou aberto na ponta esquerda, no máximo um belo passe de letra… 5.0

Diego Souza – Estava começando a ficar nervoso que a bola não chegava nele no primeiro tempo, e não conseguia fazer o pivô, começou sair da área, buscar o jogo, mas no segundo tempo logo recebeu um cruzamento e não desperdiçou. 6.5

Cueva – Entrou no intervalo e mudou o panorama do time na partida, movimentação, buscando passes longos, e fez o segundo gol em cobrança de pênalti tranquila. 6.5

Edimar – Entrou um pouco assustado, depois ganhou as jogadas que disputou. 5.5

Shaylon – Praticamente não participou do jogo, mas cobrou o escanteio que gerou pênalti para o São Paulo. 6.0

Dorival – Fez o que a maioria queria, colocou Reinaldo na lateral e já fez a estreia do Nenê como titular, mesmo assim o time sofreu na criação das jogadas, mexeu no intervalo e o time melhorou com Cueva em campo, mas ainda está bem aquém taticamente, em jogadas criadas, intensidade, movimentação… 5.5

Nota geral – A atuação do São Paulo foi aquém novamente, principalmente no primeiro tempo que a equipe não se encontrou no jogo e foi previsível, depois melhorou um pouco e buscou o resultado. 6.0

Bola cheia –

Cueva – Precisa colocar a cabeça no lugar, pois ele em campo o São Paulo é outro…

Defesa do Sidão – A defesa a queima roupa do Sidão salvou o São Paulo do pior, ele só nem entrou no bola cheia, pois ainda dá alguns sustos…

Oportunismo – Diego Souza que está sendo questionado como centroavante, não estava bem no jogo, mas fez gol de centroavante, oportunista!

Bola murcha –

Primeiro tempo – Atuação preocupante na primeira etapa, time previsível como em outras partidas, sem chutar no gol e ainda viu o adversário chegar três vezes, mandando duas vezes a bola na trave.

Ousadia – Não vou me cansar nunca de pedir mais ousadia e personalidade aos jogadores, ficaram um tempo inteiro sem criar perigo ao adversário, dentro de casa, a torcida merece mais, o que custa chutar de fora da área? Tentar o drible? Triangulações? Não é possível que dependam do Cueva até para isso…

Petros – O capitão estava totalmente perdido em campo, poderíamos dizer que foi o posicionamento dele, mas foi além disso, errou jogadas bestas.

Abraços

Fábio Martins

Fábio Martins

Formado em jornalismo, ADM do SPFC 24 Horas desde 2012 e principal responsável pelo site e redes sociais desde 2014. Twitter: @fbiomartins1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.