Diego Souza decide e Tricolor continua invicto

Olá nação tricolor.

Aleluia, finalmente uma vitória! Após 4 empates seguidos, o tricolor enfim venceu, se tornando o único invicto do Campeonato Brasileiro, a 3 pontos do líder.

Diego Aguirre veio com uma escalação bem mais ousada, abrindo mão dos 3 volantes, entrando no clássico 4-2-3-1, com Marcos Guilherme e Everton pelos lados do campo, mantendo Hudson no meio-campo, e promovendo o retorno de Anderson Martins para a zaga, no lugar de Arboleda.

Muitos criticaram a escolha de colocar Arboleda no banco, e admito que também jamais deixaria nosso melhor zagueiro de fora, porém, existem 2 pontos que Aguirre tem priorizado: ele mesmo já disse que o atual elenco possui 5 zagueiros de altíssimo nível, então ele tem buscado fazer um rodízio afim de aproveitar todos, e ele também busca aproveitar aqueles que estão treinando melhor, o que também justifica a ausência de Valdívia no jogo.

Logo de cara, o São Paulo criou boa chance de gol com Diego Souza, que desperdiçou pois pareceu ter perdido o equilíbrio na hora de finalizar, e ainda teve outra boa chance em chute de Nenê, e em escanteio onde Militão subiu sozinho para cabecear. Isso trouxe a tona o jogo no Campeonato Paulista, onde o time martelou e criou inúmeras chances durante todo o jogo, não fez o gol, e no fim, quem venceu o jogo foi o Santos após uma única finalização com Gabriel.

Foto: Luiz Moura/ WPP/ http://www.lance.com.br

Mas não foi o caso, pois na volta do segundo tempo, em cruzamento espetacular de Everton, Diego Souza, como um legítimo 9, fez o gol tricolor, de cabeça. Depois, naturalmente, o Santos cresceu no jogo, e quase empatou em duas falhas de Sidão, mas não foi o suficiente e conseguimos garantir a vitória.

Gostei muito da atuação da defesa, tanto Bruno Alves como Anderson Martins fizeram jogo perfeito, Hudson e Jucilei também foram monstruosos no meio-campo, dando qualidade no passe e proteção defensiva, enquanto Marcos Guilherme teve a mesma entrega de sempre, ajudando defensivamente, e ofensivamente também sendo extremamente perigoso nos contra-ataques, e com esse jogo ele mostrou que o São Paulo TEM que fazer de tudo pra comprá-lo em definitivo.

Mas gostaria mesmo era de ressaltar dois personagens: Diego Souza e Diego Aguirre. O primeiro, que esteve perto de ser negociado com o Vasco, cada vez tem se adaptado mais à função de centroavante, chegando ao seu terceiro gol seguido pelo São Paulo, todos no Morumbi, e com mais uma boa atuação, criando jogadas que lembraram o Diego Souza das boas épocas, fazendo bem o pivô pra segurar a bola na frente, e sendo bastante participativo no jogo. Aliás, desde que retornou ao time, jogou bem todas as partidas, tornando-se um novo jogador praticamente. Já o uruguaio, além do mérito de recuperar o Diego Souza (méritos também do Raí), hoje o técnico veio com uma escalação bastante interessante, abrindo mão dos 3 volantes, e é evidente que o time hoje tem uma cara, além de ser aguerrido, percebe-se um time melhor posicionado defensivamente, que marca pressão no adversário, mas que precisa melhorar a qualidade ofensiva. Também devo ressaltar que novamente o time recuou após fazer o gol, por volta dos 35 do segundo tempo, quando Aguirre tirou Everton para colocar Liziero, embora o time ainda tenha feito jogadas interessantes, podendo até mesmo ter feito o segundo gol.

Saudações!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.