Após Rodrigo Caio impedir entrevista, Nene conversa na zona mista e é sincero: “Eu mesmo me vaiaria”

(Foto: Reprodução | @Marcelo_Hazan)

Na saída do campo, Rodrigo Caio tirou Nene que daria entrevista para os jornalistas, mas o camisa 10 esfriou a cabeça no vestiário e conversou com a imprensa na zona mista.

Eu mesmo me vaiaria hoje, porque foi ridículo o pênalti que eu bati. Sei que são coisas do futebol, que acontecem, só erra quem está ali, mas pelo momento… Ele esperou, tentei virar o pé, mas acabou não dando tempo. Realmente, estou me sentindo muito mal”, disse Nene.

Vaiado pelos torcedores, Nene diz entender a situação e fez pedido de desculpa: “Entendo totalmente, peço desculpas à torcida, eu sou o cara que mais está chateado com isso, queria ter feito o gol e ajudado meus companheiros. É isso que tenho a falar”.

O camisa 10 foi apoiado por Jardine logo após a substituição, e falou sobre o técnico: “Ele (Jardine) falou que estava comigo, faz parte, me abraçou, só tenho a agradecer a ele e todos os companheiros que me deram apoio”.

Nene explicou a cobrança de pênalti, não tinha perdido nenhum com a camisa do São Paulo, mas já tinha assustado em outras ocasiões: “Eu olho o goleiro, na hora que ele cai eu tento dar do outro lado, mas ele esperou, na hora que eu olhei, fui bater na bola e acabei errando a batida. Foi o pior pênalti que eu já bati na minha carreira”, e o técnico Jardine falou sobre ele na coletiva.

O Nenê está bastante chateado dentro do vestiário, porque ele sabe como era importante fazer o gol. Talvez ele mais do que todo mundo. Mas é um jogador experiente, sabe que são coisas que acontecem, especialmente com os mais importantes do elenco. Eu realmente espero que ele se recupere rápido porque temos mais um jogo importante e vamos precisar dele com a cabeça boa”, disse o treinador.

Por fim, Nene lamentou mais sobre a situação do pênalti perdido: “Sempre acontecem essas coisas, infelizmente é difícil… Realmente estou me sentindo bem chateado com isso. Mais uma vez tenho que pedir desculpas à torcida, não sei nem o que eu falo porque estou meio… Fico pensando se é possível, estou me sentindo mal e assumo a responsabilidade. Acredito que esse empate foi também por eu ter errado esse pênalti”.

Fábio Martins

Formado em jornalismo, ADM do SPFC 24 Horas desde 2012 e principal responsável pelo site e redes sociais desde 2014. Twitter: @fbiomartins1

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.