Após mais um empate, Aguirre pouco fala do jogo, elogia Diego Souza e responde sobre a situação de Marcos Guilherme

São Paulo empatou quarto jogo consecutivo diante do Atlético-MG. (Foto: Reprodução)

Na noite deste sábado (5), o São Paulo empatou por 2 a 2 com o Atlético-MG em partida válida pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Everton e Diego Souza marcaram os gols do Tricolor, que soma seis pontos na competição e ainda não foi derrotado. Após a partida, o uruguaio Diego Aguirre concedeu entrevista e comentou sobre o jogo e a situação de alguns atletas do elenco. Confira.

Impressões do empate

Aguirre afirmou ter sido uma partida boa de assistir, com muitas reviravoltas e oportunidades de gol. A respeito da substituição realizada no intervalo, o treinador são-paulino atribuiu a troca a uma opção tática. Seu desejo era investir nos contra-ataques velozes pelos lados do campo com Marcos Guilherme. Régis e Reinaldo foram recuados para controlar melhor as ofensivas do adversário que virou o intervalo derrotado.

No entanto, a troca não surtiu efeito e o São Paulo acabou sofrendo a virada. A equipe ainda foi capaz de buscar o empate e diminuir o prejuízo no placar final.

Diego Souza

Autor do segundo gol, o camisa nove do São Paulo foi elogiado pelo comandante.

“Estou feliz com Diego Souza, mérito dele que está trabalhando e lutando, mostrando seu nível e assumindo jogar com a camisa nove do São Paulo […] Tem que continuar nesse caminho, está começando a encaixar, sentir-se importante”

LEIA ⇒ Diego Souza falou após o jogo e exaltou conversa de ‘homem’ com Aguirre

Cueva

Aguirre também falou sobre o peruano Cueva, que entrou pouco antes do segundo gol do Atlético-MG, no segundo, tempo, e foi responsável pela assistência para Diego Souza no gol de empate Tricolor.

“Entrou muito bem, as vezes é difícil para mim quando tenho que escolher, porque Nenê é bom e temos opções, mas Cueva trabalha muito bem, está ajudando e fiquei contente com sua produção”

Militão

Éder Militão foi cortado pouco antes da partida e quando perguntado sobre a situação do atleta, Aguirre confirmou que o corte ocorreu durante o aquecimento como forma de prevenir uma lesão mais séria. Também afirmou não ter mais informações sobre a situação do jogador e que vai esperar o parecer dos médicos. Por fim, fez questão de elogiar Anderson Martins, responsável por substituir Militão na partida

Nene

O meia saiu machucado no segundo tempo e, assim como Militão, ainda não tem um quadro confirmado. Por isso, Aguirre aguarda uma sinalização para definir se o veterano de 36 anos jogará diante do Rosario Central na quarta feira. O treinador são-paulino frisou que colocará em campo apenas jogadores que estiverem 100% fisicamente.

CONFIRA ⇒ Nene explicou sua saída do jogo

Marcos Guilherme

Aguirre não quis se estender muito, mas deixou claro seu constrangimento diante da situação indefinida de permanência ou não do atacante Marcos Guilherme na equipe.

“Uma situação que incomoda, não posso pensar nisso, gosto de Marcos Guilherme como jogador, gostaria que ele ficasse, mas situações contratuais são coisas das quais não devo falar”

VEJA TAMBÉM ⇒ Marcos Guilherme cita bagunça e desabafa sobre situação

Brenner

O jovem atacante também foi tópico da entrevista. Perguntado sobre os planos para o jogador, recentemente integrado à equipe Sub-20 do São Paulo, Diego Aguirre fez questão de dizer que Brenner terá suas chances no futuro, mas que no momento ele precisa de ritmo de jogo e mais experiência para estar preparado. O uruguaio não poupou elogios ao menino e afirmou ter certeza de seu futuro brilhante.

Decisão contra o Rosario Central

Na próxima quarta, o São Paulo volta ao Morumbi jogando sua vida na Copa Sul-Americana. Questionado sobre a estratégia para o confronto decisivo, o treinador uruguaio não quis revelar muito o que pensa e deixou em aberto a formação e proposta de jogo que será utilizada diante do adversário argentino.

“Cada jogo tem uma história diferente, tenho algumas ideias, mas ainda preciso saber condição dos jogadores para decidir o que fazer”

Confira a coletiva de Diego Aguirre na íntegra.

Álvaro Logullo

Álvaro Logullo

21 anos, estudante de jornalismo e devoto do São Paulo FC. Filho, neto, irmão e sobrinho de são-paulinos. Apaixonado por estádios de futebol, pretendo ir a todos os jogos do Tricolor, no Morumbi, em 2018. Porque se a fase é ruim, o amor é eterno!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: