Técnico do Uruguai, Bielsa elogia São Paulo de 1992 antes de duelo contra o Brasil

Reprodução

 

O técnico Marcelo Bielsa, é um dos revolucionários do futebol, e segue sendo um exemplo para muito treinador, principalmente argentinos. Um dos grandes momentos foi no Newell’s Old Boys de 1992, onde chegou na decisão da Libertadores e acabou derrotado pelo São Paulo.

Naquela decisão foram dois jogos bem apertados, primeiro o Newell’s venceu por 1a0 com gol de Berizzo na Argentina, e na volta, Raí marcou para os são-paulinos. Ambos os gols em penalidades. E foi nas penalidades que a decisão aconteceu, os argentinos perderam três cobranças e o São Paulo somente uma, com Ronaldão. Com isso, o São Paulo foi campeão da Libertadores pela primeira vez em sua história.

Bielsa, é considerando ‘louco’, pelo seu jeito como treinador, e também com um estilo diferente, ousado, no modo de jogar. Mas fez uma reflexão sobre o futebol sul-americano antes do confronto entre Uruguai e Brasil nas quartas da Copa América neste sábado (6).

Isso sim era outro futebol (risos)… Veja que interessante: se você relembrar a escalação do São Paulo, que tinha um treinador monumental, é uma formação de vários jogadores da seleção brasileira ainda jogando no futebol local. Então, pense no que aconteceu ao pobre futebol sul-americano…”, ressaltou Bielsa ao ser questionado sobre o São Paulo de Telê.

Em complemento sobre aquele time, Bielsa falou: “Tenho a memória ruim, mas você lembrará que aí jogavam Raí, Antônio Carlos, Ronaldão, Cafu, Pintado, Muller… Eram todos jogadores europeus. Só que, antes de irem para a Europa, a maior parte jogou duas finais de Libertadores (pelo São Paulo)”.

Bielsa quis ressaltar como no futebol sul-americano antes jogavam estrelas de nível europeu, hoje em dia, os jovens saem cedo, e refletiu em outros dois trechos: “Então, imagine o que aconteceu com o futebol. O futebol é uma propriedade popular. Essencialmente, os pobres têm poucas capacidades de terem acesso á felicidade, porque não possuem dinheiro para ‘comprar’ felicidade. O futebol é gratuito e de origem popular”.

Por fim, citou o momento do Palmeiras e a venda de seus jovens com menos de 18 anos: “Então, o futebol agora é algo que os mais pobres já não têm mais, porque, aos 17 anos, já vendem o Endrick, já vendem o outro garoto do Palmeiras [Estêvão, que vai para o Chelsea]”…

Vale ressaltar, que Bielsa aos 68 anos, vem fazendo um belo trabalho na seleção do Uruguai, são 10 vitórias em 14 jogos no comando. E sempre que citam o São Paulo de 1992, Bielsa e jogadores do Newell’s falam com muito respeito daquele time de Telê Santana.

Fábio Martins

Formado em jornalismo, ADM do SPFC 24 Horas desde 2012 e principal responsável pelo site e redes sociais desde 2014. Twitter: @fbiomartins1

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.