Sabemos fazer: o legado

A gestão do #ForaLeco é a gestão do”sabemos fazer”. Trago um pouco da gestão. Meu amigo do twitter, Daniel Salles vai adorar. Estamos conversando há tempos sobre as brilhantes contratações. Com uma participação mais do que especial do “terror do Morumbi”, apelido ipsis literis.

Contratações: Sidão, Jean, Bruno, Bruno Peres, Luís Ricardo, Edimar, Mena, Calazans, Wesley (foi uma das loucuras de Aidar, mas ficou muito tempo nesta gestão), Daniel, Marcinho,Maicosuel, Robson, .Thomaz, Everton Felipe, Ytalo, Negueba,Biro Biro, Guizao, Kieza, Rogério do Sport, Roni, Kelvin, Chávez, Trellez.

Perdoem se coloquei algum que foi da gestão Aidar, mas é que são tantas ruindades e tanto dinheiro jogado fora. Tudo porque não se tem um setor de avaliação de desempenho realmente competente. O que mais sabemos de nossos profissionais é que são corintianos.

Se formos mais a fundo em termos de valores, fizemos altos negócios, que deixaria qualquer investidor da Bolsa de Valores com inveja.

Diego Souza (com ou sem comissão???) custou 10 milhões e como somos a “casa da mãe Joana” deixamos SAIR de GRAÇA.

Everton custou a fortuna de 15 milhões e nosso lucro foi o Luciano???

Jean custou 10 milhões e agora vai pelo mesmo caminho.

Everton Felipe, 6 milhões, fomos lesados pelo Raí; Trellez outros 6, também lesados por Raí.

Pato custou não sei quanto??? e estamos economizando ?!?35 milhões.

De 2015 a 2019, gastamos em contratações 416 milhões. Com ou sem comissões suspeitas?!???

A era do “sabemos” começou em 2015 e começou bem: tomamos um 6×1 do Corinthians no Brasileiro. Foi o começo da competência dessa gestão.

2016 tivemos a brilhante derrota para o Juventude na Copa Brasil e uma goleada pro Audax desse mesmo péssimo técnico Diniz, por 4×1 no Paulista.

2017, nos aperfeiçoamos ao brigar pelo rebaixamento no Brasileiro e ao perdermos do Defensa na Sul-americana.

2018, novos feitos, ao perder da Ponte Preta na Sul-americana e do Kashima Antlers na Copa Suruga (vexame internacional é melhor!) e no Brasileiro: nada.

2019, feitos como perder para o Bahia na Copa do Brasil e do Talleres na Libertadores (como disse vexame internacional é melhor!)

Finalmente 2020, a cereja do bolo, conseguimos perder de um time catado via WhatsApp; um time do interior que tinha perdido 18 jogadores por causa de contrato. Foi o hiper-mega-supra poderoso Mirassol. Foi pra esse time que perdemos! Acreditem!

Pode-se citar ainda o maravilhoso fracasso do Sócio Torcedor; o ridículo patrocínio-merreca da Adidas; o maravilhoso marketing dos copos. Sem contar o brilhante papel do Marketing do clube na falta de exploração de imagens de jogadores como Pato(agora é tarde), Hernanes e Daniel Alves. Até hoje, estamos aguardando os misteriosos patrocinadores do “salário mínimo” do Dani. Fora um aumento considerável da dívida que o atual mandatário ia eliminar.

Assim, com tanta vontade, competência, eficiência e eficácia, perpetuando essa brilhante gestão do “Sabemos fazer”. Esse é o legado da era #ForaLeco-#Fora Raí. Eles ficaram na história!!!

Adriane Falcão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.