Notas: Mirassol 1×1 São Paulo | 12ª rodada – Paulistão 2021

Bom dia, boa tarde e boa noite Nação Tricolor.

(Foto: @saopaulofc)

Na última rodada do Paulistão 2021, o São Paulo reencontrou o Mirassol e ambas as equipes com time alternativo, jogo bem disputado, ficou em empate de 1×1, gols de Samuel Santos e Vitor Bueno.

Na primeira etapa, o Mirassol começou melhor, intenso e criando oportunidades contra o São Paulo. Sendo assim, abriram o placar em bela jogada trabalhada no início do jogo, cerca de 16 minutos, e tinham o controle da partida. Porém, o São Paulo foi acordando e colocando seu ritmo, começou trabalhar a bola no campo adversário e em cruzamento de Igor Vinicius, o zagueiro do Mirassol em disputa com Vitor Bueno mandou para dentro, gol dado para Vitor Bueno, 1×1.

Por outro lado, a segunda etapa foi de domínio são-paulino. Entretanto, não saiu gol. O Mirassol com um time alternativo foi cansando, cansando, e Alex Muralha fez pelo menos três excelentes defesas para impedir a vitória do São Paulo contra o time do interior.

Notas –

Perri – Atuação segura nas poucas participações que teve na partida, no gol sem chance. 6,0

Diego Costa – Alternou bons momentos com alguns vacilos. Entretanto, no geral fez bons cortes, interceptações e desarmes, portanto saldo é positivo neste jogo. 6,5

Rodrigo – Atuando na sobra, também alternou, tem momentos que parecia tenso, nervoso até no passe, mas em outros fez bons cortes, no total foram quatro na partida. 6,0

Léo – O ‘líder’ do time jovem, fez uma partida ok, destaque novamente pela qualidade na saída de bola. 6,0

Igor Vinicius – Começo de partida nervoso, errando jogadas e tocando para trás. Mas depois da jogada feita no primeiro gol, o ala ficou solto no jogo e foi muito bem, ganhou todos duelos, deu três passes decisivos, além da assistência, foi ganhando confiança importante. 7,5

Nestor – Tem qualidade técnica, e é o seu diferencial, tentou jogadas ofensivas, mas errou alguns passes, cerca de onze, e a maioria das bolas longas, só um acerto em cinco, foi sentindo o ritmo da partida. 6.0

Gabriel Sara – Sempre participativo, mas também errou muitas jogadas, não tanto passes, mas sim finalizações e cruzamentos, ficou devendo nesses fundamentos. 5,5

Igor Gomes – Outro que não começou bem a partida, mas foi melhorando no decorrer, foi livrando algumas jogadas ofensivas e foi dele a jogada que surgiu o gol, tentou outras, precisa dessa confiança, atacar mais! 6,5

Welington – Entrega não faltou, brigando por todas as bolas, venceu maioria das disputas, deu três desarmes, mas nos cruzamentos faltou capricho, acertou apenas 3 de 11 tentativas. 6,0

Galeano – Má atuação pela pouca produtividade perto do que pode render… 5,0

Vitor Bueno – Foi participativo como centroavante, o gol foi dado para ele, esteve na disputa da jogada. Porém, no segundo tempo teve duas boas chances, tudo bem que tem méritos do zagueiro ao tirar uma e do goleiro ao defender outra, mas podia ter saído consagrado, mesmo assim no geral foi bem. 7,0

Talles Costa – Entrou apagado, mas foi melhorando e mostrou qualidade, criou boa chance, mas não conseguiu impedir empate. 6,0

Joao Rojas – Entrou ligado, tentando jogadas, mas errando muitos passes, alguns curtos, faltou um pouco mais no fundamento. 5,5

Hernanes – Pouco tempo em campo, mas tentou duas finalizações, uma perigosa e foi participativo, tomara que consiga render mesmo que em poucos minutos. 6,0

Bruno Rodrigues – Em apenas 10 minutos na partida, pouco produziu. Sem nota

Vitinho – Deu apenas um toque na bola, entrou no minuto final praticamente. Sem nota

Crespo – É o terceiro empate seguido, mas o segundo com um time alternativo e em jogos complicados. Escalou um time alternativo em Mirassol, e apesar do início ruim, o time foi ganhando sua cara, pressionou bastante, e faltaram detalhes pelo resultado. Porém, teria mexido antes no time, deixou três alterações para muito tarde… 6,5

Nota Geral – Os primeiros 20 minutos foram ruins, sofreu gol, pressão e pouca produtividade. Entretanto, o restante da partida foi do São Paulo que dominou ações e tentou, porém faltaram fundamentos para decidir. 6,0

Bola cheia –

Jovens – De maneira geral, é possível ver a qualidade individual dos jovens jogadores do São Paulo, todos que atuaram, e dá um ânimo nas peças que começam surgir no elenco.

Igor Vinícius – Começo ruim, mas deu a volta por cima e mostrou que com confiança é um jogador importante, agora precisa de mais regularidade dentro da partida.

Melhor campanha – O São Paulo foi a melhor campanha da primeira fase, tem a vantagem de jogar em casa nas quartas, e é interessante ver o desempenho conciliando com os resultados. Mas claro, agora é outro campeonato!

Bola murcha –

Fundamentos – Em contrapartida do elogio ao jovens, um detalhe que precisa melhorar e talvez seja natural pela idade, imaturidade, são os fundamentos como passes, principalmente os longos, cruzamentos e finalizações.

Alterações tarde – Como é um time alternativo e tinha gente pedindo chance, o Crespo podia ter feito três mudanças mais cedo. Hernanes e Bruno Rodrigues tiveram apenas 10 minutos em campo, e o Vitinho nem um minuto, dava para ter mexido antes, afinal o time foi caindo de produção depois dos 25 minutos.

Menos queda – O São Paulo tem sido muito ‘cai cai’, qualquer dividida, falta, fica muito tempo no chão, perde-se tempo de jogo.

Abraços

Fábio Martins (@fbiomartins)

Fábio Martins

Formado em jornalismo, ADM do SPFC 24 Horas desde 2012 e principal responsável pelo site e redes sociais desde 2014. Twitter: @fbiomartins1

One thought on “Notas: Mirassol 1×1 São Paulo | 12ª rodada – Paulistão 2021

  • 10 de maio de 2021 em 12:06
    Permalink

    Agora vai por aqueles perna de pau Daniel Alves , HERNANES , Miranda tal de Eder e vão ser desclassificados , vamos mandar embora os asilos , ex-jogadores em atividade embora né o diretoria , né SPFC pé na b*

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.