Notas – Coritiba 1 x 2 São Paulo

Bom dia, boa tarde e boa noite Nação Tricolor.

Com força da base,
São Paulo vence em Curitiba. (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

O São Paulo visitou o Coritiba para a penúltima rodada do Brasileirão 2017 e venceu de virada, 2 a 1, gols de Militão e contra.

Mesmo bastante desfalcado, o São Paulo começou bem a partida, boa movimentação, trocando passes, e teve boas chances com Brenner, a primeira com apenas 5′ após falha na saída de bola do goleiro adversário, o atacante bateu, a bola desviou e passou perto do gol. Aos 20′ nova chance para Brenner, em finalização fraca do Shaylon, o atacante dominou e bateu, mas Wilson fez grande defesa. Em seguida, aos 28′ foi a vez de Sidão impedir o gol adversário. O jogo caminhava para o intervalo no 0 a 0, mas ao árbitro Anderson Daronco ‘ajudado’ pelo vigia deu um pênalti inexistente para o Coritiba, o goleiro Wilson converteu, 1 a 0.

Na etapa complementar, o São Paulo seguiu no mesmo ritmo, focado, mas as chances não estavam aparecendo, até que aos 22′ Shaylon arriscou finalização, a bola desviou e bateu na trave, escanteio para o São Paulo, o mesmo Shaylon cobrou e Militão parou no ar e empatou o jogo, 1 a 1. Não demorou muito e aos 26′ em nova bola parada cobrada por Shaylon, Rodrigo Caio disputou com o volante adversário e gol contra, virada no Couto Pereira. Depois o Coritiba tentou responder com Carleto em bola parada, Sidão deu rebote, mas fez grande defesa em seguida.

Notas –

Sidão – Fez pelo menos três boas defesas que impediram o pior na partida, no fim assustou ao espalmar uma bola, mas em seguida recuperou com grande defesa. 7.0

Militão – Atuação segura defensivamente e ainda apareceu para marcar o gol de empate, vive grande fase. 7.5

Arboleda – Não começou bem a partida, mas logo se ajustou e fez um jogo regular. 6.0

Rodrigo Caio – Boa partida do defensor são-paulino, cortes cruciais, ganhou quase todos os lances, além disso foi o capitão em campo e participou diretamente do segundo gol. 7.0

Edimar – Envolvido no lance do pênalti, mas não fez absolutamente nada, atuação razoável, firme na defesa e apareceu ofensivamente. 6.0

Jucilei – Sempre bem posicionado, o primeiro volante fez uma boa partida no Couto Pereira. 6.5

Araruna – Alternou boas jogadas, na saída de bola e aparecendo no ataque, com outras que vacilou, mas é natural, fazia tempo que não jogava como volante. 6.0

Shaylon – Criou as duas jogadas de gol, ainda mandou uma bola na trave e deu outros bons passes, só faltou mais força física e agilidade em alguns lances que perdeu com facilidade, mas no geral fez diferença! 8.0

Cueva – Atuação razoável do meia peruano, se movimentou, participou, mas faltou concluir melhor as jogadas, e cansou rápido. 6.0

Marcos Guilherme – Jogador  voluntarioso, ajudou demais a equipe taticamente, mas faltou mais poder ofensivo. 6.0

Brenner – Movimentação, prendeu bem a bola, deu opção ofensiva, teve duas grandes chances, em uma faltou detalhe para o gol e na outra parou em boa defesa do goleiro adversário, boa estreia como titular. 6.5

Thomaz – Entrou participativo, brigando, roubando bola e ajudando na armação, ajudou a equipe na busca pela virada. 6.5

Junior – Novamente entrou no meio de campo e não participou muito. 6.0

Dorival Júnior – Deu chance para os jovens, confiança para eles, e o time jogou leve, mas além disso, foi uma equipe bem estruturada e focada, ao meu ver surpreendeu a postura. 7.0

Nota geral – A equipe fez uma boa partida contra um time que luta contra o rebaixamento, soube contornar o desespero do adversário, ou seja, controlou bem o jogo, não se perdeu com o gol sofrido e nem com os erros de arbitragem, virou o jogo sem problemas. 7.0

Bola cheia –

Sidão – Novamente fez defesas cruciais para a manutenção do resultado.

Militão – Seguro defensivamente e decisivo no ataque, o defensor improvisado como lateral foi crucial na reta final.

Shaylon – O meia foi decisivo na partida, deu os dois cruzamentos que geraram gols, ainda mandou uma bola na trave e criou outras boas chances do time no jogo que o Brenner acabou não fazendo.

Atuação – Confesso que esperava uma partida sem vontade do São Paulo, mas não, o time foi muito focado e venceu um adversário que precisava do resultado, ou seja, boa atuação e um grande resultado.

Dorival – Apostou na base, até mesmo no banco, e liberou os jogadores que já não serão usados em 2018, atitude acertada ao meu ver, já planejando 2018 e o resultado foi um time leve, jogo ganho!

Bola murcha –

Arbitragem – Até quando teremos vigias que não enxergam lances na sua frente? Precisa urgentemente do árbitro de vídeo, mas não ele sendo acionado apenas quando o árbitro pedir, mas sim o jogo inteiro em contato com a arbitragem, quem decide é a imagem!

Diretoria (Bastidores) – Foi o sexto jogo do Daronco contra o São Paulo, na maioria se envolveu em polêmica contra o São Paulo, não é caso de agir na CBF? Bons tempos de Marcelo Portugal e Juvenal Juvêncio…

Abraços

Fábio Martins

Fábio Martins

Fábio Martins

Formado em jornalismo, ADM do SPFC 24 Horas desde 2012 e principal responsável pelo site e redes sociais desde 2014. Twitter: @fbiomartins1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.