Cornetadas da Dri: Caminhos a trilhar

Já deu para ter certeza que nosso elenco, principalmente os reservas são inconstantes. Poderíamos até dizer que como contra o Galo, são inconsistentes. Tirando Volpi e Rigoni – que chegou e já se afirmou entre os 11 – os outros 9 mais os quatro que entraram mostraram uma coisa em comum: nada.

No gol, Miranda chegou atrasado, mas vocês viram onde estava o Bruno Alves?

Fora da grande área.

Acredito que o São Paulo precisa contratar um zagueiro, porque Bruno é regular. E os dois reservas ex-sub 20, devem ser emprestados, porque já demonstraram que hoje não tem condições de defender a camisa. Talvez um teste com Beraldo, valesse a pena.

Os jogadores precisam apontar para o caminho que querem trilhar. E aqui, isento o técnico. Crespo não faz milagres, sem reservas a altura.

Jogador que está na reserva, quando entra tem que ter “sangue nos olhos”. Entrar meia boca como os que entraram hoje, não dá.

Porque Rigoni é titular? Porque ele no pouco que jogou, mostrou ser acima da média do elenco.

É ambidestro, bate escanteios com pé trocado, bate faltas e foi o único a mostrar um pouco de criatividade. Só que o ditado popular imperou: ” uma só andorinha não faz verão”.

É hora de ir em busca de 9 pontos nos próximos 9 a serem disputados. Não há outro caminho.

Nosso time está mais para um time de copa, do que um time para um campeonato longo e arrastado como o Brasileiro.

Os reservas precisam se mostrar, precisam demonstrar um nível mínimo de aguerrimento, de vontade. Acomodação não é coisa para SPFC! Não mesmo.

Entendo que a cada dia apareçam ” novas ossadas enterradas pelo Lecoazedo”, mas nem se gastou os tais 25 milhões referentes aos reforços. Então, acertaria logo um zagueiro e um centroavante. Não pode trazer o Borré, traga o Zé Roberto. Ande de acordo com o tamanho das passadas. De acordo com essas passadas é que se vai determinar o que se quer alcançar. Copa do Brasil? Quartas de Libertadores? Ficar entre os 4 do Brasileirão. Pense bem, presidente Casares.

Os reservas tem que se provar a partir de hoje. E ponto final.

Luz acesa, é preciso acelerar.

(Staff Imagem/ CONMEBOL)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.